Archive for the ‘ Efeméride ’ Category

‘From Gagarin’s Point of View’

Há precisamente sessenta anos, em 12 de Abril de 1961 a URSS surpreendeu o mundo ao enviar o primeiro homem ao espaço, o lendário Yuri Gagarin, com apenas 27 anos de idade, a bordo da cápsula Vostok 1 num vôo de 108 minutos. Morreu em 1968, aos 34 anos, a bordo de um avião de treino. Quando for grande quero ser astronauta…
Neste dia, fica a homenagem musical pelo trio sueco de jazz  Esbjörn Svensson Trio, com o tema ‘From Gagarin’s Point of View’ do álbum homónimo de 1999.


‘Luna’, de Freddie Hubbard

Do terceiro álbum “Hub Cap” que Freddie Hubbard gravou para a Blue Note nos Estúdios Van Gelder Studio em Nova Jérsia no dia 9 de Abril de 1961, precisamente há 60 anos, o último tema do lado A Luna contou com a seguinte formação:
Freddie Hubbard – trompete, Julian Priester – trombone, Jimmy Heath – saxofone tenor, Cedar Walton – piano, Larry Ridley – baixo, Philly Joe Jones – bateria.


‘Histórias da Paixão de Jesus’, de Pietro Lorenzetti

Pietro Lorenzetti [ca. 1280/85 – ca. 1348] foi um pintor do Trecento italiano, representante da Escola de Siena, que floresceu entre os séculos XIII e XV. Entre 1310 e 1320 participou na grande obra decorativa da Basílica Inferior de Assis – em particular no transepto sul – com afrescos das Histórias da Paixão de Jesus. 


 

‘Candor Lucis Aeternae’, no VII centenário da morte de Dante Alighieri

O Papa Francisco publicou no dia 25 de Março a carta apostólica ‘Candor Lucis Aeternae’ (Esplendor da Luz Eterna), onde evoca a vida e obra do poeta, escritor e político italiano Dante Alighieri [1265-1321], expoente da literatura ocidental de quem se assinala o 700.º aniversário da morte.
Das iniciativas que vão ocorrer ao longo do ano para celebrar o grande poeta, a primeira é a exposição virtual Viajar com Dante, comissariada pela Biblioteca Apostólica do Vaticano.


 

Maria Callas em Lisboa

A presença de Maria Callas em Lisboa para protagonizar a ópera La Traviata, de Verdi, no Teatro Nacional de São Carlos, foi assinalada pelo Diário de Notícias na edição de 26 de Março de 1958. “Um vendaval trouxe-nos Maria Callas. Simpática e sorridente e sem incidentes”, podia ler-se no nosso jornal. Maria Callas subiu ao palco no papel de Violetta Valéry, a 27 de Março de 1958, acompanhada por um elenco que incluiu Alfredo Kraus, Mario Seremi, Laura Zanini, Piero de Palma, Vito Susca, Alessandro Maddalena, e os portugueses Maria Cristina de Castro, no papel de Annina, Álvaro Malta, como barão Douphoi, e Manuel Leitão, como mensageiro. A direção musical da ópera foi do maestro Franco Ghione.
La Traviata foi das óperas que Callas mais interpretou. Só no período de 1951 a 1958, protagonizou-a mais de 60 vezes, em teatros de Roma, Florença, Parma, em Itália, São Paulo e Rio de Janeiro, no Brasil, Chicago, Nova Iorque e Dallas, nos Estados Unidos, ou na Cidade do México. A encenação que o cineasta Luchino Visconti fez desta ópera, para a temporada de 1955-56 do Alla Scala, de Milão, dirigida por Carlo Maria Giullini, é apontada como uma das suas mais notáveis interpretações de Violetta Valéry. Todavia, quando a protagonizou em Lisboa, a soprano nova-iorquina de origem grega sentir-se-ia muito próxima da personagem.


Dia Europeu da Música Antiga e de J.S.Bach

No início da Primavera, a REMA (Réseau Européen de Musique Ancienne / European Early Music Network) e a EBU (União Europeia de Radiodifusão) organizam desde 2013 o Dia Europeu da Música Antiga com a realização de concertos em diversos países. Simultaneamente, assinala-se o aniversário do nascimento de Johann Sebastian Bach [21 Março 1685 – 28 Julho 1750].


Álbum: Bach: ‘Meins Lebens Licht’ – Cantatas BWV 45-198 & Motet BWV 118, 2021
Collegium Vocale Gent, direcção de Philippe Herreweghe

‘La Primavera’, de Sandro Botticelli

A fama de Sandro Botticelli [1445 -1510] está intimamente ligada às obras mitológicas, das quais são particularmente emblemáticas Primavera (c. 1480) e Nascimento de Vénus(c. 1485), dois ícones do Renascimento italiano e da arte ocidental que pertencem à Gallerie degli Uffizi em Florença.


‘Engelberta’, de Francesco Gasparini

No trecentésimo sexagésimo aniversário do nascimento de Francesco Gasparini [19 Março 1661 – 22 Março 1727], docente e compositor do barroco italiano que estudou em Roma com Arcangelo Corelli [1653-1713] e Bernardo Pasquini [1637-1710] e foi professor de Johann Joachim Quantz [1697-1773] e Domenico Scarlatti [1685-1757]. Gasparini compôs mais de sessenta óperas.


The Gasparini Album · 2018 Glossa
Roberta Invernizzi · Ensemble Auser Musici · Carlo Ipata

Da Ópera Engelberta [1708], I. Allegro · Adagio · III. Allegro




‘Milonga del ángel’, de Ástor Piazzolla

No centenário do nascimento de Ástor Piazzolla [1921-1992], ‘Milonga del ángel’, interpretado pelo Isabelle van Keulen Ensemble.
Álbum: “Complete Tango!”, 2021.


‘Solea’, de Miles Davis

Com excepção das versões do Concierto de Aranjuez: Adagio e alternate take, gravadas a 15 e 20 de Novembro de 1959, as restantes composições do álbum Sketches of Spain de Miles Davis foram gravadas a 10 de Março de 1960 nos estúdios da Columbia em NYC. Fica o quinto tema do LP original, ‘Solea’.


<span>%d</span> bloggers like this: