Archive for the ‘ Efeméride ’ Category

‘Empyrean Isles’, de Herbie Hancock (III)

No dia 17 de Junho de 1964 o pianista de jazz norte-americano Herbie Hancock contou com a colaboração de Ron Carter (baixo), Freddie Hubbard (corneta) e Anthony Williams (bateria)  para gravar o seu quarto álbum para a Blue Note, Empyrean Isles. Fica o primeiro tema do lado A, One Finger Snap.


Jaki Byard – 100 anos

Do multi-instrumentista norte-americano Jaki Byard [1922-1995], nascido neste dia 15 de Junho precisamente há 100 anos, ‘Searchlight’ – a terceira composição do álbum ‘Out Front!’, gravado em Maio de 1964 e editado pela Prestige Records no ano seguinte. Como side-man, Jaki Byard colaborou com Charles Mingus durante toda a década de sessenta.


Músicos: Jaki Byard – piano, saxofone alto; Richard Williams – trompete; Bob Cranshaw – baixo; Walter Perkins – bateria.

‘Nefertiti’, de Miles Davis

Pouco antes do início da transição para os registos eléctricos do jazz de fusão, ‘Nefertiti’ (1968) foi o quarto e penúltimo álbum do ‘segundo quinteto clássico’ de Miles Davis, com Wayne Shorter , Herbie Hancock , Ron Carter e Tony Williams.
Escrtita por Wayne Shorter, a composição que dá nome ao álbum foi gravada a 7 de Junho de 1967, na primeira de quatro sessões que tiveram lugar nos estúdios da Columbia entre Junho e Julho.


‘On the Corner’, de Miles Davis (II)

Produzido por Teo Macero, On the Corner (1972) foi gravado em três sessões: 1 e 6 de Junho e 7 de Julho, e lançado a 11 de Outubro pela Columbia Records. Pertencente ao período eléctrico de Miles Davis, iniciado em 1970 com Bitches Brew, este trabalho continua a explorar o jazz de fusão com a incorporação de instrumentos eléctricos como o baixo, a cargo de Michael Henderson, o piano e o sintetizador com Herbie Hancock e Chick Corea.
Gravada a 6 de Junho, a composição que fecha o lado B do álbum teve ainda a participação de nomes como Jack DeJohnette, Bennie Maupin, Paul Buckmaster, Don Alias, Carlos Garnett e John McLaughlin.


‘A Night in London’, de Mark Knopfler

Após deixar os Dire Straits (1977–1995), Mark Knopfler gravou o primeiro álbum solo em estúdio ‘Golden Heart’ em Março de 1996. No mês seguinte, a 16 de Abril, gravou um concerto ao vivo na BBC Radio intitulado ‘A Night in London’, do qual fica o tema ‘Brothers in Arms’.


‘Musicall Humors’, by Tobias Hume

How I became acquainted with the “Musicall Humors” – Jordi Savall (Prague, 28th of May 2004)
It was almost forty years ago, as the hot summer of 1964 drew to its close, that I made the fascinating discovery of the Musicall Humors of Tobias Hume [c.1579 – 16 April 1645]. I had just completed my cello and music studies at the Barcelona Conservatoire and was beginning to study and teach myself the viola da gamba, an instrument which at that time was extremely rare and played by only a handful of pioneers and enlightened enthusiasts scattered all over the world.


After the Trattado de Glosas by Diego Ortiz (Rome, 1553), the first published work essentially devoted to the art of improvisation (for viola da gamba and accompaniment), The First Part of Ayres, containing the Musicall Humors  of Tobias Hume (printed in London in 1605), was the first historical edition of works composed for the solo bass viol. With more than one hundred pieces for this instrument, it became a unique and major source for our understanding of the bass viol’s repertory and historical development.


I was eager to find an opportunity to study these collections with their fascinating titles and intriguing tablatures.  That opportunity came a few months later in London, in the magical silence of the British Library’s Reading Room. I can still remember my excitement in that venerable place as I imagined how Loves Farewell, Death & Life, and the various Souldiers March, Galliards and Resolutions might sound, and tried to crack the code of those old notation systems and tablatures.

Taylor’s Wailers (II)

Do álbum de estreia como leader do baterista de jazz norte-americano Art Taylor [1929-1995] – Taylor’s Wailers (1957), a composição C.T.A. escrita pelo saxofonista Jimmy Heath [1926-2020] e gravada a 22 de Março de 1957, precisamente há 65 anos, foi o único tema que não constou da sessão de 25 de Fevereiro. Um monumento!


Art Taylor (bateria), John Coltrane (sax tenor), Red Garland (piano) e Paul Chambers (baixo)

Taylor’s Wailers

O álbum de estreia como leader do baterista de jazz norte-americano Art Taylor [1929-1995] – Taylor’s Wailers -, com Donald Byrd (trompete), Jackie McLean (sax alto), Charlie Rouse (sax tenor), Ray Bryant (piano) e Wendell Marshall (baixo) foi gravado para a Prestige a 25 de Fevereiro de 1957, precisamente há 65 anos. Fica o primeiro tema do lado A, Batland.


‘The Art Of The Song’, de Charlie Haden Quartet West

Do álbum de Charlie Haden e o seu Quartet West – “The Art Of The Song”, gravado nos Estúdios da Capitol entre 19 e 22 de Fevereiro de 1999, a popular composição The Folks Who Live On The Hill (música de Jerome Kern e letra de Oscar Hammerstein II), conta com a voz de Shirley Horn [1934-2005].


Charlie Haden (baixo), Alan Broadbent (piano), Ernie Watts (sax tenor), Larence Marable (bateria) 

“In a Silent Way”/”It’s About That Time”, de Miles Davis

O álbum de estúdio ‘In a Silent Way’ de Miles Davis foi gravado numa única sessão nos estúdios da CBS em 18 Fevereiro 1969. Do álbum homónimo lançado em Julho pela Columbia Records, o tema In a Silent Way, que preenche o lado B, foi escrito pelo teclista Joe Zawinul [1932-2007].


Miles Davis (tpt); Wayne Shorter (ss); John McLaughlin (el-g); Herbie Hancock (el-p);
Chick Corea (el-p); Joe Zawinul (org); Dave Holland (b); Tony Williams (d)
%d bloggers like this: