Archive for the ‘ Jazz ’ Category

‘Waltz For Debby’, de  Oscar Peterson

Quando passam sessenta anos de Affinity, álbum de estúdio que o Oscar Peterson Trio gravou em três sessões para a Verve entre 25 e 27 de Setembro de 1962, ano da edição de Very Tall com Milt Jackson, o virtuoso pianista canadiano Oscar Peterson (1925-2007) revisita o standard de Bill Evans, Waltz for Debby, tema que abre o lado A do álbum.


65º aniversário da gravação de ‘Blue Train’, de John Coltrane

Em 15 de Setembro de 1957, John Coltrane reuniu no estúdio de Rudy Van Gelder em Nova Jérsia um sexteto com Lee Morgan no trompete, Curtis Fuller no trombone, Kenny Drew no piano, Paul Chambers no baixo e Philly Joe Jones na bateria para gravar Blue Train.
Para comemorar o 65º aniversário, a Blue Note lança hoje uma edição especial em vinyl com capa de luxo, com base na matriz analógica do álbum original; Uma segunda edição especial fará parte da Tone Poet Audiophile Vinyl Reissue Series, acompanhada de um livro com fotografias de Francis Wolff.


 

Go! de Dexter Gordon

O saxofonista Dexter Gordon [1923-1990] reuniu um elenco de luxo para gravar Go! nos Estúdios Van Gelder, em 27 Agosto 1962, precisamente há 60 anos.
Fica o tema ‘Love for Sale’ composto por Cole Porter.


Butch Warren, contrabaixo | Billy Higgins, bateria | Sonny Clark, piano | Dexter Gordon, saxofone

‘Live At The Village Vanguard – Unissued Tracks’

Composto por Arthur Schwartz [1900-1984], o tema ‘Dancing in the Dark’ faz parte do álbum ‘Live At The Village Vanguard – Unissued Tracks’, lançado em Janeiro de 2022 pela editora japonesa Somethin’ Cool.
Gravado ao vivo em Dezembro de 1990, foi interpretado por um trio de excelência composto pelo pianista Geri Allen [1957-2017], pelo baterista Paul Motian [1931-2011] e pelo contrabaixista Charlie Haden [1937-2014] que hoje completaria 85 anos se fosse vivo.


‘Miles & Monk at Newport’ (III)

O duplo álbum Miles & Monk at Newport combina actuações ao vivo de Miles Davis (1958) e Thelonious Monk (1963) no Newport Jazz Festival, das quais resultaram gravações a 3 de Julho dos respectivos anos. Do primeiro LP, fica a composição ‘Straight, No Chaser’, interpretada pelo sexteto que no ano seguinte gravou Kind of Blue.


Miles Davis, trompete | Cannonball Adderley, sax alto | John Coltrane, sax tenor
Wynton Kelly, piano | Paul Chambers, baixo | Jimmy Cobb, bateria

‘Concorde’, de Modern Jazz Quartet

Escrita pelo vibrafonista Milt Jackson [1923-1999], elemento fundador do Modern Jazz Quartet, a composição “Ralph’s New Blues” é o primeiro tema do lado A do álbum Concorde, gravado a de 2 de Julho de 1955 nos estúdio de Van Gelder em Nova Jérsia, e lançado nesse ano pela Prestige.


Milt Jackson, vibrafone – John Lewis, piano – Percy Heath, contrabaixo – Connie Kay, bateria

‘Let Us Go Into the House of the Lord’, de Pharoah Sanders

O octogenário Pharoah Sanders  é uma lenda do saxofone tenor. Acompanhou a fase mais vanguardista de John Coltrane durante a década de 60 e, após a morte do génio em 1967, colaborou com Alice Coltrane até 1970, ano em que gravaram ‘Journey in Satchidananda’.
Ainda nesse ano, mais precisamente a 1 de Julho, gravou para a Impulse ‘Summun, Bukmun, Umyun’ nos estúdios A&R em Nova Iorque. O tema que dá o título ao álbum é uma orgia musical mas hoje prefiro partilhar ‘Let Us Go Into the House of the Lord’, uma composição mais espiritual.


‘Point of Departure’, de Andrew Hill

Após Black Fire (1963), o álbum de estreia na Blue Note onde gravou durante toda a década de 60, o compositor e proeminente pianista Andrew Hill [30 Junho 1931- 20 Abril 2007] reuniu em Março de 1964 um notável sexteto no estúdio de Van Gelder em Nova Jérsia para gravar Point of Departure, que seria lançado apenas no ano seguinte.

Composto pelo saxofone tenor Joe Henderson [24 Abril 1937 – 30 Junho 2001] e pelo trompetista Kenny Dorham [1924-1972], os restantes três elementos do agrupamento,  Eric Dolphy (sax alto), Richard Davis (contrabaixo) e Tony Williams (bateria) tinham gravado em Fevereiro Out To Lunch!, o legado de Eric Dolphy [1928-1964] à Blue Note.


A última colaboração de Reggie Workman com John Coltrane

O contrabaixista norte-americano Reggie Workman, que neste dia 26 de Junho celebra o 85º aniversário, juntou-se no início de 1961 ao Quarteto de John Coltrane [1926-1967], onde então brilhavam McCoy Tyner, Jimmy Garrison e Elvin Jones.
Workman participou nas sessões ao vivo no mítico clube nova iorquino Village Vanguard, após o que abandonaria a formação para se juntar ao Jazz Messengers de Art Blakey, com quem gravou Caravan.
Fica a última participação no álbum Coltrane “Live” at the Village Vanguard, gravado no início de Novembro de 1961 e lançado no ano seguinte pela Impulse Records.


‘Empyrean Isles’, de Herbie Hancock (III)

No dia 17 de Junho de 1964 o pianista de jazz norte-americano Herbie Hancock contou com a colaboração de Ron Carter (baixo), Freddie Hubbard (corneta) e Anthony Williams (bateria)  para gravar o seu quarto álbum para a Blue Note, Empyrean Isles. Fica o primeiro tema do lado A, One Finger Snap.


%d bloggers like this: