Archive for the ‘ Jazz ’ Category

‘From Gagarin’s Point of View’

Há precisamente sessenta anos, em 12 de Abril de 1961 a URSS surpreendeu o mundo ao enviar o primeiro homem ao espaço, o lendário Yuri Gagarin, com apenas 27 anos de idade, a bordo da cápsula Vostok 1 num vôo de 108 minutos. Morreu em 1968, aos 34 anos, a bordo de um avião de treino. Quando for grande quero ser astronauta…
Neste dia, fica a homenagem musical pelo trio sueco de jazz  Esbjörn Svensson Trio, com o tema ‘From Gagarin’s Point of View’ do álbum homónimo de 1999.


‘Luna’, de Freddie Hubbard

Do terceiro álbum “Hub Cap” que Freddie Hubbard gravou para a Blue Note nos Estúdios Van Gelder Studio em Nova Jérsia no dia 9 de Abril de 1961, precisamente há 60 anos, o último tema do lado A Luna contou com a seguinte formação:
Freddie Hubbard – trompete, Julian Priester – trombone, Jimmy Heath – saxofone tenor, Cedar Walton – piano, Larry Ridley – baixo, Philly Joe Jones – bateria.


‘Where Do We Go?’, de Bill Frisell

No dia do septuagésimo aniversário de Bill Frisell, guitarrista de jazz e compositor norte-americano que se notabilizou pela longa colaboração de duas décadas no Trio do baterista Paul Motian juntamente com o saxofonista Joe Lovano, o tema Where Do We Go? do álbum Valentine (2020), o mais recente trabalho de Frisell na Blue Note Records.


‘Solea’, de Miles Davis

Com excepção das versões do Concierto de Aranjuez: Adagio e alternate take, gravadas a 15 e 20 de Novembro de 1959, as restantes composições do álbum Sketches of Spain de Miles Davis foram gravadas a 10 de Março de 1960 nos estúdios da Columbia em NYC. Fica o quinto tema do LP original, ‘Solea’.


‘People Time: The Complete Recordings’ – ‘First Song’

People Time: The Complete Recordings é um conjunto de sete CDs de jazz do saxofonista Stan Getz [2 Fevereiro 1927 – 6 Junho 1991] e do pianista Kenny Barron, e foi gravado entre 3 e 6 de Março de 1991 no Jazzhus Montmartre em Copenhaga, três meses antes da morte de Getz. A colectânea seria lançada apenas em 2010.
Do primeiro set, gravado precisamente há 30 anos, fica a quarta composição “First Song”, escrita por Charlie Haden.


‘Blue in Green’, de Miles Davis

Os dias 2 de Março e 22 de Abril de 1959 correspondem a duas datas muito especiais para o jazz. Há precisamente 50 anos, Miles Davis, John Coltrane, Julian “Cannonball” Adderley, Bill Evans, Paul Chambers e Jimy Cobb entravam no estúdio da Columbia, na 30th Street, em Nova Iorque, para gravar um conjunto de peças que mais tarde acabariam por dar forma a Kind of Blue, o mais referido e exaltado álbum em todo o jazz.
Rezam as crónicas que as primeiras peças a ser gravadas na primeira sessão terão sido So What e Blue in Green, entre as 14:30 e as 17:30, e que, depois de uma pausa para descanso e jantar, Miles telefonou a Wynton Kelly para vir para o estúdio, afim de gravarem Freddie Freeloader, na sessão das 19:00 às 22:00. Na segunda sessão de gravação, seriam registadas ainda duas outras peças esplendorosas – Flamenco Sketches e All Blues – assim se completando o line up de Kind of Blue.  – Manuel Jorge Veloso


“One of the greatest hours I ever saw on television”

“One of the greatest hours I ever saw on television” é a frase atribuída a Marlon Brando sobre os ‘diálogos’ na BBC Four (1974) entre André Previn [6 Abril 1929 – 28 Fevereiro 2019] e Oscar Peterson [15 Agosto 1925 – 23 Dezembro 2007]


‘At Carnegie Hall’ – Dave Brubeck Quartet

At Carnegie Hall foi gravado ao vivo a 22 de Fevereiro de 1963 pelo Quarteto de Dave Brubeck.


Dave Brubeck, piano | Paul Desmond, sax alto | Joe Morello, bateria | Eugene Wright, baixo

‘First Circle’, de Pat Metheny Group

Do álbum Pat Metheny Group – First Circle (1984), gravado entre 15 e 19 de Fevereiro de 1984, fica a faixa-título na versão ao vivo em Tóquio no ano seguinte.


Pedro Aznar, guitarra acústica, voz e percussão · Pat Metheny, guitarra acústica
Steve Rodby, baixo · Paul Wertico, bateria · Lyle Mays, piano e sintetizadores

‘Know What I Mean?’, de “Cannonball” Adderley

‘Who Cares?’ (Take 5) composição plena de swing escrita por George Gershwin, foi gravada a 27 de Janeiro de 1961, há precisamente sessenta anos.
É o terceiro tema do álbum ‘Know What I Mean?‘ de “Cannonball” Adderley [1928 – 1975], lançado pela editora Riverside em 1962. Adderley (saxofone alto) é acompanhado por Bill Evans ao piano; Percy Heath (baixo) e Connie Kay (bateria), os elementos da secção rítmica do The Modern Jazz Quartet, completam a formação.


<span>%d</span> bloggers like this: