Posts Tagged ‘ Hard Bop ’

‘Dial “S” for Sonny’

Do pianista de jazz Sonny Clark [1931-1963], nascido neste dia 21 de Julho há 90 anos, o tema Dial “S” for Sonny, que deu o título ao primeiro álbum de estúdio que gravou para a Blue Note nos Estúdios de Rudy Van Gelder, Nova Jérsia, precisamente no dia do seu vigésimo sexto aniversário, em 21 de Julho de 1957.


Sonny Clark, piano | Art Farmer, trompete | Curtis Fuller, trombone
Hank Mobley, saxofone tenor | Wilbur Ware, contrabaixo | Louis Hayes, bateria

‘Heavy Dipper’, de Lee Morgan

Apesar da sua curta existência, o genial trompetista norte-americano Lee Morgan [10 Julho 1938 – 19 Fevereiro 1972], gravou duas dúzias de discos para a Blue Note, entre os quais The Cooker em 1958.
O momento alto da composição Heavy Dipper chega a seguir ao solo de Paul Chambers, com Lee Morgan a partir a loiça e Philly Joe Jones a apanhar os cacos.


Lee Morgan, trompete | Pepper Adams, saxofone barítono | Bobby Timmons, piano
Paul Chambers, baixo | Philly Joe Jones, bateria

‘Up & Down’, de Horace Parlan

Do pianista norte-americano Horace Parlan [19 Janeiro 1931 –  23 Fevereiro 2017], que se notabilizou em finais dos anos 50 ao integrar o ensemble de Charles Mingus, o tema Up & Down que deu o título ao disco, gravado nos estúdios de Rudy Van Gelder neste dia 18 de Junho em 1961, precisamente há sessenta anos.

O álbum, editado pela Blue Note apenas em 1963, contou com a participação de Booker Ervin, saxofone tenor – Grant Green, guitarra – George Tucker, contrabaixo – Al Harewood, bateria.


‘Bye Bye Blackbird’, de Miles Davis

O standard Bye Bye Blackbird que Miles Davis integrou no alinhamento do álbum Round About Midnight foi gravado neste dia 5 de Junho em 1956, precisamente há 65 anos.


Miles Davis, trompete – John Coltrane, saxofone tenor – Red Garland, piano
Paul Chambers, baixo – Philly Joe Jones, bateria

Milt Jackson Quartet

Na Primavera de 1955, Milt Jackson [1923 – 1999], vibrafonista e membro fundador do Modern Jazz Quartet, convidou o pianista Horace Silver [1928 – 2014] para integrar a formação habitual do seu quarteto; Com Percy Heath [1923 – 2005] no contrabaixo e Connie Kay [1927 – 1994] na bateria, gravaram o álbum Soul Pioneers para a Prestige nos Estúdios Van Gelder em Nova Jérsia no dia 20 de Maio.
Stonewall foi a única composição de sua autoria a integrar o álbum.


Coleman Hawkins – ‘Night Hawk’, 60 anos

De autoria do saxofonista tenor Coleman Hawkins [21 Novembro 1904 – 19 Maio 1969], o tema ‘Night Hawk’, que dá o nome ao álbum, gravado neste dia 30 de Dezembro de 1960, precisamente há sessenta anos em Englewood Cliffs, New Jersey.


Ron Carter, baixo · Coleman Hawkins + Eddie “Lockjaw” Davis, sax tenor
Tommy Flanagan, piano · Gus Johnson, bateria

‘Freddie Freeloader’ – Wynton Kelly’s piano solo

Wynton Kelly [2 Dezembro 1931 – 12 Abril 1971] substituiu Bill Evans ao piano no tema ‘Freddie Freeloader’, na que foi a sua única participação no álbum ‘Kind of Blue’ de Miles Davis (1959). Os solos são de Wynton Kelly, Miles Davis, John Coltrane, Cannonball Adderley e Paul Chambers.


‘Roll Call’, de Hank Mobley

O saxofonista tenor Hank Mobley [7 Julho 1930 – 30 Maio 1986] gravou para a Blue Note Roll Call em 13 de Novembro de 1960, precisamente há 60 anos, nos estúdios de Rudy Van Gelder. Tal como para o excepcional Soul Station, gravado em Fevereiro desse ano, Mobley reuniu um notável conjunto de músicos da era do hard bop, como Wynton Kelly (piano), Paul Chambers (contrabaixo), Art Blakey (bateria) e Freddie Hubbard (trompete) – Soul Station não contou com a participação do trompetista.


‘Lonely Woman’, de Horace Silver

Gravado em 31 Outubro 1963, ‘Lonely Woman’ é o último tema do álbum ‘Song For My Father’, que Horace Silver editou em 1964 na Blue Note.

Gene Taylor, contrabaixo | Roy Brooks, bateria | Horace Silver, piano


‘Round Midnight’, por Miles Davis

Na passagem do vigésimo nono aniversário da morte de Miles Davis [26 Maio 1926 – 28 Setembro 1991], de recordar que foi esta interpretação de Round Midnight no Newport Jazz Festival, em Julho de 1955, que levou Miles Davis a gravar o seu primeiro trabalho para a Columbia em 1957.


Miles Davis, trompete – John Coltrane, saxofone tenor – Red Garland, piano
Paul Chambers, baixo – Philly Joe Jones, bateria

%d bloggers like this: