Posts Tagged ‘ Blue Note Records ’

65º aniversário da gravação de ‘Blue Train’, de John Coltrane

Em 15 de Setembro de 1957, John Coltrane reuniu no estúdio de Rudy Van Gelder em Nova Jérsia um sexteto com Lee Morgan no trompete, Curtis Fuller no trombone, Kenny Drew no piano, Paul Chambers no baixo e Philly Joe Jones na bateria para gravar Blue Train.
Para comemorar o 65º aniversário, a Blue Note lança hoje uma edição especial em vinyl com capa de luxo, com base na matriz analógica do álbum original; Uma segunda edição especial fará parte da Tone Poet Audiophile Vinyl Reissue Series, acompanhada de um livro com fotografias de Francis Wolff.


 

‘Empyrean Isles’, de Herbie Hancock (III)

No dia 17 de Junho de 1964 o pianista de jazz norte-americano Herbie Hancock contou com a colaboração de Ron Carter (baixo), Freddie Hubbard (corneta) e Anthony Williams (bateria)  para gravar o seu quarto álbum para a Blue Note, Empyrean Isles. Fica o primeiro tema do lado A, One Finger Snap.


‘Free Form’, de Donald Byrd

Produzido pelo fundador da Blue Note Alfred Lion, o álbum Free Form do trompetista norte-americano Donal Byrd [1932-2013], gravado para a Blue Note nos Estúdios Van Gelder em 12 de Dezembro de 1961, há precisamente sessenta anos, contou a participação de: Wayne Shorter, saxofone tenor | Butch Warren, contrabaixo | Herbie Hancock, bateria | Billy Higgins, bateria.
Fica o primeiro tema do lado A do álbum, A Pentecostal Feelin’.

‘Like Someone In Love’, de Art Blakey (II)

Do álbum ‘Art Blakey – A Night in Tunisia / Like Someone in Love’ [1960], o tema de Wayne Shorter ‘Sleeping Dancer Sleep On’, gravado nos Estúdios de Rudy Van Gelder em 7 Agosto 1960.

Lee Morgan, Trompete | Wayne Shorter, Sax Tenor | Bobby Timmons, Piano
Jymie Merritt, Contrabaixo | Art Blakey, Bateria

 

‘JuJu’, de Wayne Shorter

Produzido pelo fundador da Blue Note Alfred Lion, o álbum JuJu de Wayne Shorter foi lançado em Julho de 1965. Gravado neste dia 3 de Agosto de 1964 nos Estúdios de Rudy Van Gelder, Nova Jérsia, fica o último tema do lado A, House of Jade, com Wayne Shorter em saxofone soprano, McCoy Tyner no piano, Reggie Workman no baixo e Elvin Jones na bateria.


 

‘Dial “S” for Sonny’

Do pianista de jazz Sonny Clark [1931-1963], nascido neste dia 21 de Julho há 90 anos, o tema Dial “S” for Sonny, que deu o título ao primeiro álbum de estúdio que gravou para a Blue Note nos Estúdios de Rudy Van Gelder, Nova Jérsia, precisamente no dia do seu vigésimo sexto aniversário, em 21 de Julho de 1957.


Sonny Clark, piano | Art Farmer, trompete | Curtis Fuller, trombone
Hank Mobley, saxofone tenor | Wilbur Ware, contrabaixo | Louis Hayes, bateria

‘Heavy Dipper’, de Lee Morgan

Apesar da sua curta existência, o genial trompetista norte-americano Lee Morgan [10 Julho 1938 – 19 Fevereiro 1972], gravou duas dúzias de discos para a Blue Note, entre os quais The Cooker em 1958.
O momento alto da composição Heavy Dipper chega a seguir ao solo de Paul Chambers, com Lee Morgan a partir a loiça e Philly Joe Jones a apanhar os cacos.


Lee Morgan, trompete | Pepper Adams, saxofone barítono | Bobby Timmons, piano
Paul Chambers, baixo | Philly Joe Jones, bateria

‘Out To Lunch’, de Eric Dolphy (II)

O multi-instrumentista Eric Dolphy [20 Junho 20, 1928 – 29 Junho 1964], toca saxofone alto no primeiro tema do lado B e que dá o título ao álbum Out To Lunch!.
A gravação para a Blue Note teve lugar nos estúdios Van Gelder em Nova Jérsia em Fevereiro do ano da morte de Dolphy, e contou com a colaboração de Freddie Hubbard no trompete, Bobby Hutcherson no vibrafone, Richard Davis no contrabaixo e Tony Williams na bateria. 


‘Up & Down’, de Horace Parlan

Do pianista norte-americano Horace Parlan [19 Janeiro 1931 –  23 Fevereiro 2017], que se notabilizou em finais dos anos 50 ao integrar o ensemble de Charles Mingus, o tema Up & Down que deu o título ao disco, gravado nos estúdios de Rudy Van Gelder neste dia 18 de Junho em 1961, precisamente há sessenta anos.

O álbum, editado pela Blue Note apenas em 1963, contou com a participação de Booker Ervin, saxofone tenor – Grant Green, guitarra – George Tucker, contrabaixo – Al Harewood, bateria.


‘Empyrean Isles’, de Herbie Hancock (II)

No dia 17 de Junho de 1964 Herbie Hancock contou com a colaboração de Ron Carter, Freddie Hubbard e Tony Williams para gravar o seu quarto álbum para a Blue Note, Empyrean Isles.


%d bloggers like this: