Posts Tagged ‘ Barroco Francês ’

Claudin de Sermisy

Claudin de Sermisy [c.1490 – 13 Outubro 1562], compositor natural de Paris, esteve a maior parte da sua existência como cantor e mestre de coro ao serviço da corte francesa. Foi autor de uma dúzia de missas, publicou três livros de motetos, tendo no entanto sido a centena e meia de canções polifónicas por si compostas que lhe trouxeram maior notoriedade.

Resurrexi, et adhuc tecum sum, do álbum Sermisy: Tenebrae, Motets [1984], interpretado pelo Ensemble Clément Janequin, fundado em 1978 por Dominique Visse e especializado em música francesa do período de transição entre o Renascimento e o Barroco.


‘Les Fêtes de Paphos’, de Jean-Joseph Cassanéa de Mondonville

Contemporâneo de Jean-Philippe Rameau, embora de uma geração posterior, Jean-Joseph Cassanéa de Mondonville [1711 – 8 Outubro 1772], foi um prolífico compositor do barroco francês, com mais de quinhentas execuções no Concert Spirituel, onde entrou como violinista em 1738, vindo a ocupar o cargo de director entre 1755 e 1762.

Ficam a abertura e o final do terceiro acto da ópera Les Fêtes de Paphos, de 1758.
Orquestra Les Talens Lyriques e Coro de Câmara Accentus, dirigidos por Christophe Rousset.



‘Le Plaintif’, de Jacques-Martin Hotteterre

De Jacques-Martin Hotteterre [(29 Setembro 1674 – 16 Julho 1763], compositor do barroco francês e celebrado flautista de finais do século XVII, o Rondeau Le Plaintif.


Frans Brüggen, flauta | Sigiswald Kuijken, violoncelo | Gustav Leonhardt, cravo

‘Grandes Motetos’, de Michel-Richard Delalande

De Michel-Richard Delalande [15 Dezembro 1657 – 18 Junho 1726], compositor e organista do barroco francês ao serviço de Luís XIV, o Rei-Sol, contemporâneo de Jean-Baptiste Lully [1632-1687] e François Couperin [1668-1733], o moteto Ecce nunc benedicite Dominum, extraído da obra Livres du Roy [1703-1714].

Le Poème Harmonique · Ensemble Aedes · Vincent Dumestre · Emmanuelle de Negri · Sean Clayton · Cyril Auvity · André Morsch
%d bloggers like this: