Arquivo de Janeiro, 2022

‘Modulationes sex vocum’, de Gioseffo Zarlino (II)

De Gioseffo Zarlino [31 Janeiro 1517 – 4 Fevereiro 1590], compositor italiano natural da região do Veneto, considerado o mais conceituado teórico musical da Renascença e de quem em 2017 se comemoraram os 500 anos do nascimento, o moteto Victimae paschali, extraído da antologia Modulationes per Philippum Iusbertum, interpretado pelo Ensemble vocal Singer Pur.


Álbum: Zarlino: Modulationes sex vocum (2013)
Ensemble vocal Singer Pur: Claudia Reinhard, soprano
Christian Meister – Markus Zapp – Manuel Warwitz, tenores
Jakob Steiner – Marcus Schmidl, barítonos

Livro I de ‘O Cravo Bem Temperado’ de Bach, na leitura de Cristiano Holtz

Obra incontornável para a literatura de instrumentos de tecla, o Cravo Bem-Temperado BWV 846–893 de Johann Sebastian Bach [1685-1750] consiste numa colecção de dois volumes de música para teclado, cada um contendo 24 prelúdios e fugas, utilizando todas as tonalidades do teclado.

Para assinalar os 300 anos da publicação do Livro I BWV 846-869, escrito em Weimar em 1722, o Musica Aeterna dedicou uma emissão à leitura de Cristiano Holtz, cravista brasileiro, último aluno do saudoso Gustav Leonhardt, que se encontra radicado em Portugal e exerce a actividade docente no Instituto Gregoriano de Lisboa.


‘E.S.P.’ de Miles Davis

Do álbum E.S.P. de Miles Davis, gravado entre 20 e 22 de Janeiro de 1965, fica o tema ‘Little One’, gravado no dia 21.


Miles Davis (tpt); Wayne Shorter (st); Herbie Hancock (p); Ron Carter (b); Tony Williams (b)

‘Paixão segundo São Marcos’ (atribuída a Reinhard Keiser)

Jesus Christus ist um unsrer Missetat willen verwundet
Jesus Cristo está ferido pela nossa iniquidade

A Paixão de São Marcos, escrita por volta de 1705 e atribuída a Reinhard Keiser [1674-1739] , foi apresentada na Catedral de Hamburgo em 1707 sob direcção de Friedrich Nicolaus Bruhns [1637-1718], que entre os musicólogos disputa a autoria da obra por via da ambiguidade do libreto impresso.

Nas palavras de Joël Suhubiette, que em 2015 dirigiu a gravação do álbum Keiser: Markuspassion, a particularidade desta Paixão reside no facto de o manuscrito que hoje existe ser de Johann Sebastian Bach, que o copiou do original.


Ensembles Jacques-Moderne e Gli Incogniti  · Amandine Beyer, violino · Joël Suhubiette, direcção

‘Concerto grosso’, de Arcangelo Corelli

Na passagem do trecentésimo nono aniversário sobre a morte de Arcangelo Corelli [1653–1713], compositor e violinista do barroco italiano cujo contributo para o desenvolvimento da música instrumental foi fundamental, em particular a sonata a três e o concerto grosso, o Concerto grosso No. 2 em Fá maior, Op. 6: I.
O estilo introduzido por Corelli, disseminado na Europa por músicos que com ele contactaram, como Georg Muffat, Francesco Gasparini  e Francesco Geminiani, foi de enorme importância para a consolidação da linguagem orquestral e do violino no início do século XVIII em toda a Europa.


Álbum: Corelli: The Complete Concerti Grossi – ℗ Outhere Music, 2013
Ensemble Gli Incogniti · Amandine Beyer, direcção · Flavio Losco, violino

‘Adoração dos Magos’, de Jacopo Bassano

De Jacopo Bassano [ca.1515-1592], expoente do maneirismo veneziano, cuja obra revela influências de Lorenzo Lotto e de Ticiano, a obra “Adoração dos Magos” (ca. 1563-1564), que pertence ao acervo do Museu Kunsthistorisches em Viena.


‘Requiem’, de Antonio Lotti

Antonio Lotti [Veneza, 5 Janeiro 1667 – Veneza, 5 Janeiro 1740], compositor italiano do barroco tardio,  foi maestro di cappella na Basílica de São Marcos nos últimos anos de vida. Da produção musical de Lotti, que inclui música sacra e profana, o Requiem aeternam em fá maior, extraído do Requiem (ca. 1733), interpretado pelos Coro e Ensemble Balthasar-Neumann, dirigidos por Thomas Hengelbrock.


‘Salve Regina’, de Giovanni Battista Pergolesi

Em mais um aniversário do compositor barroco Giovanni Battista Pergolesi, que nasceu neste dia 4 de Janeiro em 1710 e faleceu com apenas 26 anos em 17 de Março de 1736, partilho a tocante abertura da “Salve Regina” em Dó maior, aqui interpretada pela soprano Emma Kirkby, acompanhada pela Academy of Ancient Music, fundada em 1973 e dirigida por Christopher Hogwood.


Álbum: Pergolesi: Stabat Mater; Salve Regina (1989)

‘Os Mercados da Tunísia’, de August Macke

De August Macke [3 Janeiro 1887 – 26 Setembro 1914], a aguarela Marché à Tunis II, fruto da experiência na Tunísia – para onde viajou na Primavera de 1914, na companhia de Paul Klee [1879-1940] e Louis Moilliet [1880-1962], poucos meses antes de morrer.


August_Macke_-_Market_in_Tunis_II_1914

‘Uma Alegoria da Civilização’, de Piero di Cosimo

De Piero di Cosimo [2 Janeiro 1462 – 12 Abril 1522], pintor do Quattrocento italiano de quem se assinala este ano o 500º aniversário da morte, o óleo Vulcano ed Eolo maestri dell’umanità (ca. 1500–1505), inspirado numa alegoria da Genealogia deorum gentilium de Boccaccio [1313-1375].


Piero di Cosimo - Alegoria da Civilização

%d bloggers like this: