Posts Tagged ‘ Violino ’

‘Opus 3’, de Francesco Manfredini

Na passagem do ducentésimo quinquagésimo nono ano da morte de Francesco Manfredini [1684-1762], violinista e compositor do barroco italiano, discípulo de Giuseppe Torelli [1658-1709], o Allegro do Concerto Op.3 nº 9 em Ré maior, interpretado pelo Ensemble de música antiga Les Amis de Philippe, fundado e dirigido desde 1994 por Ludger Rémy.


Album: Manfredini: 12 Concerti, op.3 (CPO, 2000)

‘Concerti Grossi’, de Francesco Geminiani

De Francesco Geminiani [1687 – 17 Setembro 1762] violinista e compositor do barroco italiano radicado nas Ilhas Britânicas, notabilizou-se pelos concerti grossi. Durante a  juventude, foi aluno de Alessandro Scarlatti e Arcangelo Corelli.


Álbum: Geminiani: Concerti Grossi Op.7 | Outhere Music, 2018
Café Zimmermann

‘Concerto para violino Nº 22’, de Giovanni Battista Viotti

Giovanni Battista Viotti [12 Maio 1755 – 3 Março 1824], compositor e talentoso violinista italiano, fixou-se durante uma década em Paris, onde se estreou no Concert Spirituel em 1782, mas a Revolução Francesa fê-lo viajar para Londres em 1792, ano em que escreveu este Violin Concerto No. 22 in A Minor, G. 97.



Durante os dois anos seguintes, Viotti obteve grande sucesso como violinista nos concertos organizados pelo compositor e empresário alemão Johann Peter Salomon, que dirigiu as «London symphonies» de Joseph Haydn.
Em 1813, Salomon e Viotti integraram a lista dos membros fundadores da Royal Philharmonic Society. O concerto inaugural incluiu obras de dois compositores que Viotti conheceu pessoalmente, Joseph Haydn e Ludwig van Beethoven.



‘Sonatas do Rosário’ de Biber, por Lina Tur Bonet (II)

Em 1676, Heinrich Ignaz Franz Biber [1644-1704] escreveu sobre a sua “fé em instrumentos de cordas”, expressão que adquiriu maior evidência nas Sonatas do Mistério ou do Rosário.

Sonata IV – Apresentação
MUSIca ALcheMIca – Lina Tur Bonet, Enrike Solinís, Patxi Montero, Daniel Oyarzábal


Sonatas do Rosário de Biber, por Lina Tur Bonet

Em 1676, Heinrich Ignaz Franz Biber [1644-1704] escreveu sobre a sua “fé em instrumentos de cordas”, expressão que adquiriu maior evidência nas Sonatas do Mistério ou do Rosário.

Sonata X – Crucificação
MUSIca ALcheMIca – Lina Tur Bonet, Enrike Solinís, Patxi Montero, Daniel Oyarzábal

%d bloggers like this: