Posts Tagged ‘ Kunsthistorisches Museum ’

‘Adoração dos Magos’, de Jacopo Bassano

De Jacopo Bassano [ca.1515-1592], expoente do maneirismo veneziano, cuja obra revela influências de Lorenzo Lotto e de Ticiano, a obra “Adoração dos Magos” (ca. 1563-1564), que pertence ao acervo do Museu Kunsthistorisches em Viena.


‘Stag Hunt of Elector John Frederick’, de Lucas Cranach ‘o Jovem’ (II)

Na representação de caça ao veado ‘Stag Hunt of Elector John Frederick’ (1544) de Lucas Cranach, o Jovem [4 Outubro 1515 – 25 Janeiro 1585], a cena decorre nos arredores da cidade alemã de Torgau, nas margens do rio Elba.
Ao fundo, o recém concluído Castelo Hartenfels, construído para residência dos Príncipes Eleitores Palatine Frederick e John Frederick da Saxónia (à esquerda, junto ao Imperador Carlos V); ao centro, debaixo da árvore, encontra-se o Duque Philip I de Brunswick.


Lucas Cranach d. J. [1515 Wittenberg – 1586 Weimar]
‘Stag Hunt of Elector John Frederick’, 1544
Kunsthistorisches Museum, Vienna


Nos anos 1500, a cidade de Torgau tornou-se o centro político da Reforma, cuja expressão simbólica foi a consagração, em 1544, por Martinho Lutero da primeira igreja protestante da Europa, situada no Castelo Hartenfels. Esta jóia do início do Renascimento foi recuperada já no século XXI com o apoio do World Monuments Fund.


‘Stag Hunt of Elector John Frederick’, 1544 (detail)

‘Verão’, de Giuseppe Arcimboldo

Os retratos de Giuseppe Arcimboldo [c.1527 – 1593], que morreu neste dia 11 de Julho, eram divertidas e surpreendentes composições de frutas e vegetais, como este “Verão” de 1563.


Giuseppe Arcimboldo [c.1527 – 1593] – ‘Verão’, 1563
Kunsthistorisches Museum, Vienna

‘Inverno’, de Giuseppe Arcimboldo

Entre 1549 e 1558, Giuseppe Arcimboldo [c.1527 – 1593] assistiu o seu pai nas oficinas da Catedral de Milão, tendo-se iniciado nessa altura na composição de vitrais. Em 1562 foi chamado para a Côrte de Fernando I de Praga e no ano seguinte realizou o primeiro conjunto das «Estações». Em 1566 pintou os quatro «Elementos».
No final de 1569, ambos os conjuntos foram oferecidos ao sucessor de Fernando I, o Imperador Maximiliano II.


O «Inverno» é um busto composto por um tronco de árvore. O nariz é um ramo rachado, a barba restolho de musgo e o cabelo feito de ramos; a boca são dois fungos e o olho uma racha do tronco. Na roupa, feita de palha, distingue-se a letra M (de Maximiliano II).

%d bloggers like this: