Archive for the ‘ Museus ’ Category

‘A Children’s Bacchanal’, de Michelangelo

Michelangelo Buonarroti [Caprese, 6 March 1475 – Rome, 18 February 1564]
A Children’s Bacchanal, 1533
Royal Collection Trust


‘Júpiter e Io’, de Correggio

A partir da cultura do Quattrocento e dos grandes mestres da época, como Leonardo, Rafael, Michelangelo ou Mantegna, Antonio Allegri, dito o Correggio [c. 1489 – 5 Março 1534] inaugurou uma nova concepção da pintura e construiu o seu próprio trajecto artístico, que o coloca entre os grandes nomes do Cinquecento.

A união de Zeus e da ninfa Io, filha de Inachus – o primeiro rei de Argos, remonta na sua presente forma às Metamorfoses de Ovídio: Io foge de Zeus que «lança as trevas sobre todo o domínio, impede a fuga da donzela e conquista a sua virgindade». Enquanto na versão de Ovídio Zeus se torna invisível na escuridão, Correggio transforma-o numa nuvem, criando deste modo um profundo contraste entre a escuridão do céu e a figura luminosa de Io.


Corregio [1489-1534] – Júpiter e Io, 1531-32
Kunsthistorisches Museum, Viena

‘Érase una vez… el mar’, de Joaquín Sorolla

Joaquín Sorolla y Bastida [27 Fevereiro 1863 – 10 Agosto 1923],
“Chicos en la playa”, 1909


Joaquín Sorolla y Bastida [1863-1923] – “Chicos en la playa”, 1909
Museu do Prado, Madrid

‘Collines autour de la baie de Moulin Huet, Guernesey’, de Pierre-Auguste Renoir

No centésimo octogésimo aniversário do nascimento de Pierre-Auguste Renoir [Limoges, 25 Fevereiro 1841 – Cagnes-sur-Mer, 3 Dezembro 1919], um dos mais notáveis representantes do movimento impressionista, Collines autour de la baie de Moulin Huet, Guernesey.
Entre 1881 e 1883, Renoir atravessou França por diversas vezes, desde L’Estaque no sul, onde visitou Paul Cézanne, até à ilha de Guernsey no Canal da Mancha, onde no final do Verão de 1883 pintou a baía da rochosa costa de Moulin Huet.


Pierre-Auguste Renoir [1841-1919]
‘Collines autour de la baie de Moulin Huet, Guernesey’, 1883
The Metropolitan Museum of Art, New York


‘Collines autour de la baie de Moulin Huet, Guernesey’, 1883 [detalhe]

‘L’Entrée d’Alexandre le Grand dans Babylone’, de Charles Le Brun

De Charles Le Brun [24 Fevereiro 1619 – 12 Fevereiro 1690], pintor da Corte de Luis XIV, a monumental obra L’Entrée d’Alexandre le Grand dans Babylone (1665), alusiva à Batalha de Gaugamela, que teve lugar a 1 de Outubro no ano de 331 antes de Cristo, onde Alexandre o Grande derrota de forma estrondosa o colossal exército persa de Dario III, tornando-se assim o senhor do maior império do mundo, ao conquistar Babilónia e Persépolis.


Charles Le Brun [1619-1690]
L’Entrée d’Alexandre le Grand dans Babylone, 1665 | Musée du Louvre

‘Hockney-Van Gogh: A Alegria da Natureza’

Estão separados no espaço e no tempo mas comungam do mesmo fascínio pela natureza. Cerca de 50 obras criteriosamente escolhidas de David Hockney [n. 1937] e Vincent van Gogh [1853–1890] a partir de hoje e até ao último dia da Primavera na Exposição Hockney-Van Gogh: The Joy of Nature no The Museum of Fine Arts, Houston.


“Woldgate Vista, 27 July 2005” – © David Hockney – Photo Credit: Richard Schmidt


Vincent van Gogh – “Field with Irises near Arles”, 1888
Van Gogh Museum, Amsterdam


“Under the Trees, Bigger” 2010-2011 – © David Hockney – Photo Credit: Richard Schmidt


Vincent van Gogh – “Tree Trunks in the Grass” – late April 1890
Kroller-Muller Museum, Otterlo, the Netherlands

‘Archers Shooting at a Herm’, de Michelangelo

Michelangelo Buonarroti [Caprese, 6 March 1475 – Rome, 18 February 1564]
Archers Shooting at a Herm, c.1530
Royal Collection Trust


‘Allée de châtaigniers’, de Alfred Sisley

De Alfred Sisley [30 Outubro 1839 – 29 Janeiro 1899], o Passeio dos Castanheiros foi pintado em 1878 nas margens do rio Sena em Sèvres, onde residiu entre 1877 e 1879.


Alfred Sisley [1839-1899] – ‘Allée de châtaigniers’, 1878
The Met Fifth Avenue, Galeria 961


Alfred Sisley [1839-1899] – ‘Allée de châtaigniers’, 1878 (detalhe)

‘Stag Hunt of Elector John Frederick’, de Lucas Cranach ‘o Jovem’ (II)

Na representação de caça ao veado ‘Stag Hunt of Elector John Frederick’ (1544) de Lucas Cranach, o Jovem [4 Outubro 1515 – 25 Janeiro 1585], a cena decorre nos arredores da cidade alemã de Torgau, nas margens do rio Elba.
Ao fundo, o recém concluído Castelo Hartenfels, construído para residência dos Príncipes Eleitores Palatine Frederick e John Frederick da Saxónia (à esquerda, junto ao Imperador Carlos V); ao centro, debaixo da árvore, encontra-se o Duque Philip I de Brunswick.


Lucas Cranach d. J. [1515 Wittenberg – 1586 Weimar]
‘Stag Hunt of Elector John Frederick’, 1544
Kunsthistorisches Museum, Vienna


Nos anos 1500, a cidade de Torgau tornou-se o centro político da Reforma, cuja expressão simbólica foi a consagração, em 1544, por Martinho Lutero da primeira igreja protestante da Europa, situada no Castelo Hartenfels. Esta jóia do início do Renascimento foi recuperada já no século XXI com o apoio do World Monuments Fund.


‘Stag Hunt of Elector John Frederick’, 1544 (detail)

‘Bar aux Folies-Bergères’, de Édouard Manet

‘Bar aux Folies-Bergères’ (1882) foi o último grande trabalho do genial pintor impressionista Édouard Manet [23 Janeiro 1832 – 30 Abril 1883].
Embora  conhecesse bem o cabaret parisiense, tendo lá efectuado vários esboços, pelo facto de se encontrar já debilitado a obra seria produzida no seu atelier.

Édouard Manet [1832-1883] – ‘Bar aux Folies-Bergères’, 1882
Courtauld Gallery, Londres

%d bloggers like this: