Posts Tagged ‘ Arcangelo Corelli ’

‘Concerto grosso’, de Arcangelo Corelli

Na passagem do trecentésimo nono aniversário sobre a morte de Arcangelo Corelli [1653–1713], compositor e violinista do barroco italiano cujo contributo para o desenvolvimento da música instrumental foi fundamental, em particular a sonata a três e o concerto grosso, o Concerto grosso No. 2 em Fá maior, Op. 6: I.
O estilo introduzido por Corelli, disseminado na Europa por músicos que com ele contactaram, como Georg Muffat, Francesco Gasparini  e Francesco Geminiani, foi de enorme importância para a consolidação da linguagem orquestral e do violino no início do século XVIII em toda a Europa.


Álbum: Corelli: The Complete Concerti Grossi – ℗ Outhere Music, 2013
Ensemble Gli Incogniti · Amandine Beyer, direcção · Flavio Losco, violino

‘Armonico Tributo’, de Georg Muffat (II)

Georg Muffat [1 Junho 1653 – 23 Fevereiro 1704], compositor e organista do período barroco, nasceu em França, na região de Sabóia. Passou a adolescência em Paris, onde foi aluno da figura dominante na música francesa, Jean-Baptiste Lully. Após uma passagem por Praga em 1677, trabalhou como organista  e músico de câmara do Arcebispado de Salsburgo até 1680, onde foi contemporâneo de Heinrich Ignaz Franz Biber.

Nos dois anos seguintes esteve em Itália, onde conheceu Arcangelo Corelli e foi precisamente em 1682 que publicou o seu conjunto de sonatas Armonico Tributo. Desde 1690 até à data da morte, Georg Muffat foi Kapellmeister na Diocese de Passau, Alemanha.


Álbum – Muffat: Armonico Tributo (2019) – Sonata No.3 em Lá maior
Ensemble Barroco 415 | Chiara Banchini

‘Armonico Tributo’, de Georg Muffat

Georg Muffat [1 Junho 1653 – 23 Fevereiro 1704], compositor e organista do período barroco, nasceu em França, na região de Sabóia. Passou a adolescência em Paris, onde foi aluno da figura dominante na música francesa, Jean-Baptiste Lully. Após uma passagem por Praga em 1677, trabalhou como organista  e músico de câmara do Arcebispado de Salsburgo até 1680, onde foi contemporâneo de Heinrich Ignaz Franz Biber.

Nos dois anos seguintes esteve em Itália, onde conheceu Arcangelo Corelli e foi precisamente em 1682 que publicou o seu conjunto de sonatas Armonico TributoDesde 1690 até à data da morte, Georg Muffat foi Kapellmeister na Diocese de Passau, Alemanha.

Álbum – Muffat: Armonico Tributo (2019) – Sonata No.2 em Sol menor
Ensemble Barroco 415 | Chiara Banchini

%d bloggers like this: