Posts Tagged ‘ Escola Veneziana ’

‘Mercúrio e as Três Graças’, de Agostino Carracci

Na passagem dos 420 anos da morte do pintor italiano Agostino Carracci [Bolonha, 16 Agosto 1557 – Parma, 23 Fevereiro 1602], ‘Mercúrio e as Três Graças’ (1589), pertencente ao período particularmente significativo de actividade como gravador em Veneza nos finais dos anos oitenta do século XVI, onde manteve uma estreita relação com Paolo Veronese [1528-1588] e Jacopo Tintoretto [1518-1594].


Mercury and the Three Graces, 1589
Agostino Carracci after Jacopo Tintoretto

‘Adoração dos Magos’, de Jacopo Bassano

De Jacopo Bassano [ca.1515-1592], expoente do maneirismo veneziano, cuja obra revela influências de Lorenzo Lotto e de Ticiano, a obra “Adoração dos Magos” (ca. 1563-1564), que pertence ao acervo do Museu Kunsthistorisches em Viena.


‘Seraphim’, de Hans Leo Hassler

Hans Leo Hassler [1564-1612], compositor e organista alemão cujo trabalho decorreu na transição da Renascença para o barroco veneziano, revela o esplendor sonoro barroco através do modelo multi-coral veneziano na obra Seraphim, interpretada pelo Ensemble Weser-Renaissance Bremen, dirigido por Manfred Cordes.


Álbum: Hassler: Motets & Organ Works, 2001

‘Canzoni’, de Giovanni Picchi

Giovanni Picchi [ca. 1571 – 17 Maio 1643], compositor italiano do início do período barroco e seguidor da escola veneziana, contribuiu para o desenvolvimento e diferenciação das formas instrumentais da época, como a sonata e a canzona – composição instrumental do Renascimento que deriva da chanson polifónica francesa.

Em 1625, Picchi escreveu uma colecção de 19 canzoni da sonar con ogni sorte d’istromenti para 2-4, 6 e 8 vozes com baixo contínuo, que o Ensemble Concerto Scirocco gravou em 2020 com direcção artística de Giulia Genini.


‘As Quatro Alegorias do Amor’, de Paolo Veronese

Com Ticiano [ca.1490 –  1576] e Tintoretto [1518 – 1594], Paolo Veronese [Verona , 1528 – Veneza , 19 Abril 1588] integra  “o grande trio que dominou a pintura veneziana do século XVI”.

O último quartel do século XVI foi de intensa actividade para a oficina de Veronese, com um conspícuo trabalho para a igreja e aristocracia veneziana, expresso em grandes retratos e também formatos menores dedicados a temas mitológicos ou alegóricos, retirados da literatura clássica, com claras alusões eróticas e sensuais. Exemplos dessas produções são a Criação de Eva ( Art Institute of Chicago ), O Rapto de Europa (Palácio Ducal em Veneza) e Moisés salvo das águas (Museu do Prado em Madrid).

Também desse período são as famosas Quatro Alegorias do Amor (ca. 1575) , inicialmente fazendo parte de um único conjunto decorativo de um tecto, ou vários, e que actualmente pertencem à National Gallery em Londres.


%d bloggers like this: