Posts Tagged ‘ Glossa Music ’

‘Les Fêtes d’Hébé’, de Jean-Philippe Rameau

Entre 1986 e 2000, a Orquestra do Século XVIII, fundada em 1981 pelo maestro holandês Frans Brüggen [1934-2014], gravou oito suítes orquestrais extraídas da obra lírica do compositor e teórico musical francês Jean-Philippe Rameau [Dijon, 25 Setembro 1683 – Paris, 12 Setembro 1764].

Em 2020, a Glossa reuniu numa caixa de quatro discos o maior legado musical de Rameau; O conjunto Les fêtes d’Hébé (Orchestral Excerpts), dedicado à ópera-ballet “Les Fêtes d’Hébé” (1739), pertence ao terceiro cd.


‘Concertos para violino’, de Jean-Marie Leclair

Jean-Marie Leclair [Lyon, 10 Maio 1697- Paris, 22 Outubro 1764], compositor do barroco francês e o mais eminente violinista francês da sua época, ficou célebre pelas suas sonatas e pelos concertos para violino.
Do primeiro volume da série de gravações dos concertos para violino de Leclair que a violinista suíça Leila Schayegh publicou em 2019 na Glossa, fica o Concerto em Sol menor, Op 10 nº 6 interpretado pela La Cetra Barockorchester de Basileia.


‘Pièces De Clavecin’, de François d’Agincourt

François d’Agincourt [1684 – 30 Abril 1758], cravista e compositor do barroco francês, trabalhou como organista da Cathédrale Notre-Dame na cidade natal de Rouen.
O seu único livro de música para cravo que sobreviveu – 1er livre de clavecin (Paris, 1733) contém quarenta e três peças, inspiradas por François Couperin:

« Je n’ay rien changé aux agrémens ny a la manière de toucher de celle que Monsieur Couperin a si bien désignée et caractérisée et dont presque touttes les personnes de l’art font usage.»

Do álbum François D’Agincour – Pièces De Clavecin – peças de cravo dedicadas à Rainha Maria Antonieta (Glossa, 2001), a Allemande: La Couperin – Quatrième Ordre (En Mi Mineur), com Hervé Niquet no cravo.


‘Perfidia’, de Giuseppe Torelli

De Giuseppe Torelli [22 Abril 1658 – 8 Fevereiro 1709], violinista e compositor italiano do período barroco, a composição Perfidia para 2 violinos e contínuo, G. 65, interpretada pelo Ensemble Aurora, dirigido por Enrico Gatti.

Álbum: L’Arte del Violino in Italia, c. 1650-1700 | ℗ 2011 Glossa


‘Sonata V – Adagio’, de Antonio Caldara

De Antonio Caldara [1670 – 28 Dezembro 1736], violoncelista e compositor veneziano do barroco tardio que se distinguiu como vice-regente da Hofmusikkapelle em Viena, onde trabalhou durante os últimos vinte anos de vida, o Adagio (Sonata V a violoncello solo col basso continuo), último tema do álbum Antonio Caldara and the Cello – Selected instrumental and vocal works | Glossa, 2020. Interpretação do Ensemble La Ritirata, com Josetxu Obregón no violoncelo e direcção musical.


‘Daphnis et Chloé, Op. 102’, de Boismortier

De Joseph Bodin de Boismortier [23 Dezembro 1689 – 28 Outubro 1755], compositor do barroco francês, contemporâneo de Mondonville e Rameau [1683-1764], a abertura do Prólogo de Daphnis et Chloé, pastoral em três actos sobre libreto de Pierre Laujon, cuja première teve lugar no Concert Spirituel em 1747.


Álbum: «Daphnis et Chloé» – Pastorale. Paris, 1747 | Le Concert Spirituel · Hervé Niquet

Viagens e mestiçagens em torno da viola da gamba

A Accademia del Piacere, criada em 2002 em Sevilha pelos irmãos Fahmi Alqhai e Rami Alqhai, tem vindo a marcar pontos no panorama internacional da música barroca, com destaque para os repertórios italiano, francês e espanhol. O grupo distingue-se também pelas suas incursões noutros campos como é o caso do projecto Las idas y las vueltas, em colaboração com o cantor de flamenco Arcángel, apresentado a 12 Maio 2013 na Gulbenkian no ciclo Músicas do Mundo. Procurando raízes comuns, mas também a liberdade da experimentação, este diálogo entre o flamenco e a música do barroco ibero-americano levou o público do Grande Auditório ao rubro.
Por Cristina Fernandes, Público de 14 Maio 2013.

%d bloggers like this: