Posts Tagged ‘ National Gallery of Art ’

‘Cape Cod Evening’, de Edward Hopper

Na passagem do centésimo quadragésimo aniversário sobre o nascimento do pintor realista Edward Hopper [1882 – 1967], ‘Cape Cod Evening’ de 1939.


‘Mercúrio e as Três Graças’, de Agostino Carracci

Na passagem dos 420 anos da morte do pintor italiano Agostino Carracci [Bolonha, 16 Agosto 1557 – Parma, 23 Fevereiro 1602], ‘Mercúrio e as Três Graças’ (1589), pertencente ao período particularmente significativo de actividade como gravador em Veneza nos finais dos anos oitenta do século XVI, onde manteve uma estreita relação com Paolo Veronese [1528-1588] e Jacopo Tintoretto [1518-1594].


Mercury and the Three Graces, 1589
Agostino Carracci after Jacopo Tintoretto

‘The Maas at Dordrecht’, de Aelbert Cuyp

No dia em que passam quatrocentos anos do nascimento de Aelbert Jacobsz Cuyp [20 Outubro 1620 – 15 Novembro 1691], considerado um dos principais pintores da Idade de Ouro Holandesa e apelidado de Claude Lorrain holandês, pelo facto de a sua produção artística assentar maioritariamente em paisagens, fica a obra ‘The Maas at Dordrecht’, c. 1650.

Dordrecht, cidade natal de Cuyp situada na confluência dos rios Maas e Merwede, é o cenário de um evento histórico quando numa manhã de Julho de 1646 uma frota com 30 mil soldados se reuniu numa demonstração de força perante a Coroa Espanhola.
No site da The National Gallery of Art em Washington está um podcast com uma descrição da obra.


Aelbert Cuyp [1620-1691] – ‘The Maas at Dordrecht’, c.1650


Aelbert Cuyp [1620-1691] – ‘The Maas at Dordrecht’ (detalhe)


Aelbert Cuyp [1620-1691] – ‘The Maas at Dordrecht’ (detalhe)


‘At the Races’, de Édouard Manet

De Édouard Manet [23 Janeiro 1832 – 30 Abril 1883], ‘At the Races’, c. 1875.

Édouard Manet – ‘At the Races’, c. 1875
National Gallery of Art (não está em exibição)

‘Os Argonautas’, de Max Beckmann

Max Beckmann [Leipzig, 12 Fevereiro 1884 – Nova Iorque, 27 Dezembro 1950], pintor associado ao expressionismo alemão, completou ‘Os Argonautas’ no dia da sua morte. Em 2018, Antonio Muñoz Molina escreveu para o El País um artigo sobre o grande cronista da Alemanha do século XX.


%d bloggers like this: