Archive for the ‘ Música ’ Category

O Violão de Andrés Segovia

Tradicionalmente associado ao flamenco, o violão clássico foi resgatado por Andrés Segovia [21 Feb 1893 – 2 Jun 1983] como instrumento de prestígio para salas de concerto. A Miss Segovia, como carinhosamente lhe chamava, atribuia um sentido poético e comparava-o a uma pequena orquestra.
Artista de projecção internacional, Segovia teve como referências Francisco Tárrega [1852-1909], Pablo Casals [1876-1973] e Joaquín Rodrigo [1901-1999].

 

Anúncios

Alfonso X ‘O Sábio’

Do mui talentoso Afonso X [1221-1284], proclamado Rei de Castela e Leão neste dia 1 de Junho em 1252, as Cantigas de Santa Maria, com mais de 400 composições, constituem o mais importante repertório musical da lírica medieval galego-portuguesa, iniciada nas cortes de Alfonso III [1245-79] e D. Dinis [1279-1325].

Por que trobar, prólogo do album Eno nome do Maria – Cantigas de Santa Maria, pelo Ensemble Antequera

Os quartetos de cordas de Haydn

Na passagem dos 210 anos da morte de Joseph Haydn [1732-1809], seleccionei, da série de seis concertos russos opus 33 [1781], o gracioso Quarteto nº 32 em Dó Maior “The Bird” – Hoboken No. III:39, interpretado pelo Apponyi Quartet.
Para explorar a evolução dos quartetos de cordas, está disponível um interessante artigo de José Carlos Fernandes no Observador.


Joseph Haydn foi o compositor mais importante de quartetos de cordas no Classicismo, bem como de sinfonias, tendo estabelecido os moldes formais deste género para as gerações futuras e definido um novo equilíbrio de forças entre os quatro instrumentos que constituem o quarteto de cordas: dois violinos, viola de arco e violoncelo. Anteriormente, no género similar a que se chamava divertimento, o violino tocava as melodias principais e os restantes instrumentos limitavam‐se, praticamente, a ter um papel de acompanhamento harmónico. Após Haydn, o novo equilíbrio entre os instrumentos estabeleceu um princípio dialogante que viria a caracterizar este género até aos nossos dias. Via.

 

Homenagem de Thomas de Pourquery a Sun Ra

Supersonic é o nome do Sexteto que o saxofonista Thomas de Pourquery montou em 2012 para homenagear a música do cósmico e visionário Sun Ra [22 Maio 1914 – 30 Maio 1993]. O mote é dado pelas várias facetas estilísticas de Sun Ra, sublinhadas pelos arranjos escritos por Pourquery para uma banda fluente em jazz, electro-rock ou drum’n’bass, possuidora de uma versatilidade sem fim. Com o objectivo de instalar o transe em cada um dos temas interpretados, Supersonic [2014] recupera a urgência da música de Ra, nessa sua sobreposição particular de passado e futuro.
Via Gulbenkian Música

‘La Guitarra Dels Lleons’, de Xavier Díaz-Latorre & Pedro Estevan

Em 2010, a convite do Museu da Música de Barcelona, Xavier Díaz-Latorre seleccionou quatro instrumentos do acervo, que seriam restaurados pelos técnicos do Museu e posteriormente utilizados na gravação do álbum ‘La Guitarra Dels Lleons, de 2014.
Do extraordinário conjunto de guitarras, duas provêm do século XVII (uma delas, La Guitarra Dels Lleon, dá o título ao álbum), uma outra  construída por Josef Pagés em 1806 e, finalmente, a guitarra feita em Sevilha em 1859 pelo famoso Antonio de Torres, com a qual Díaz-Latorre recria o tema Asturias do virtuoso compositor espanhol Isaac Albéniz [29 Maio 1860 – 18 Maio 1909]

‘Sposa, non mi conosci’, de Geminiano Giacomelli

Extraída da ópera em três actos La Merope [1734] de Geminiano Giacomelli [28 Mai 1692 – 25 Jan 1740], a belíssima ária ‘Sposa, non mi conosci’ com a meio-soprano Cecilia Bartoli a ter um desempenho de tirar o fôlego.
Acompanhada pelo Ensemble Giardino Armonico.

‘In A Sentimental Mood’, de Archie Shepp

Do album On this night [1965], o terceiro que Archie Shepp gravou para a Impulse, o tema In A Sentimental Mood é uma leitura da composição original de Duke Ellington.
A acompanhar Archie Shepp no saxofone, o vibrafone de Bobby Hutcherson, o contrabaixo de Henry Grimes e Joe Chambers na bateria.
Shepp, que hoje completa 82 anos, continua activo – actua a 24 e 25 de Junho no Ronnie Scott’s Jazz Club em Londres.

Anúncios
%d bloggers like this: