Arquivo de Maio, 2022

‘Dark Lights in a White Forest’, de Sun Ra

Na passagem do vigésimo nono aniversário sobre a morte do visionário compositor Sun Ra [1914-1993], a composição ‘Dark Lights in a White Forest’ do álbum Omniverse (El Saturn Records, 1979), interpretada pelo colectivo musical The Arkestra, com Sun Ra (piano), John Gilmore (sax tenor), Michael Ray (trompete), Charles Davis (sax barítono), Hayes Burnett (baixo) e Samarai Celestial (bateria).


‘Mancare Dio mi sento’, de Geminiano Giacomelli

Na passagem do trecentésimo trigésimo aniversário sobre o nascimento do compositor e teórico italiano Geminiano Giacomelli [1692-1740], a ária ‘Mancare Dio mi sento’, extraída da ópera em três actos Adriano in Siria (Veneza, 1733), tendo como solista a meio-soprano norte-americana Vivica Genaux.


Álbum: Arias for Farinelli (2002) · Akademie für Alte Musik Berlin · René Jacobs 

‘The Sheridan Theatre’, de Edward Hopper

De Edward Hopper [22 Julho 1882 – 15 Maio 1967], um dos principais representantes do realismo do século XX, ‘The Sheridan Theatre’ de 1937.


‘A Grande Onda’, de Hokusai

Hokusai [1760 – 10 Maio 1849], artista japonês activo durante o período de grande efervescência na literatura, filosofia e artes denominado Edo (1615–1868), ficou conhecido pela série “Trinta e seis vistas de Monte Fuji” (1831-34) , da qual fica a icónica xilogravura “A Grande Onda de Kanagawa” (ca. 1830–32).


Hokusai cleverly played with perspective to make Japan’s grandest mountain appear as a small triangular mound within the hollow of the cresting wave.
Via Met Museum

%d bloggers like this: