Arquivo de Junho, 2013

Jacarandás, Jardim de Neptuno

aba_20130625_jacarandas_1

 

aba_20130625_jacarandas_2

Há sempre alguma emoção na descoberta…

Johann Sebastian Bach (1685-1750)
The Complete Sonatas for Violin and Obbligato Harpsichord
Rachel Podger (violin), Jonathan Manson (viola da gamba) and Trevor Pinnock (harpsichord)

BWV 1019  0:00:01 | BWV 1014  0:17:07 | BWV 1015  0:30:20 | BWV 1016  0:44:00 | BWV 1023  0:59:59
BWV 1021  1:11:20  | BWV 1017  1:20:13 | BWV 1018  1:36:56 | BWV1019a 1:54:38

 

‘Trois Leçons De Ténèbres’, de François Couperin

François Couperin [1668 – 1733] – Trois Leçons De Ténèbres
Emma Kirkby & Judith Nelson (sopranos)
Jane Ryan (viole de gambe), Christopher Hogwood (orgue)

Couperin: Trois Leçons de Ténèbres – Première Leçon à une voix

Couperin: Trois Leçons de Ténèbres – Seconde Leçon à deux voix

Couperin: Trois Leçons de Ténèbres – Troisième Leçon à deux voix

Viagem musical pela Istambul de Orhan Pamuk

Segundo a Academia Sueca, o autor foi distinguido com o Prémio Nobel da Literatura 2006 porque, ‘na busca pela alma melancólica da sua cidade, descobriu novos símbolos para o confronto e o cruzamento de culturas’.
Alvo dos nacionalistas turcos pela sua defesa da causa arménia e curda, Pamuk é autor de uma obra que descreve as tensões da sociedade turca, entre o Oriente e o Ocidente, e tem-se, repetidamente, pronunciado contra os fundamentalismos e pelo entendimento entre as culturas.
Uma mensagem cuja importância é mais do que evidente na actual conjuntura e que vale para todos os fundamentalismos: religiosos, políticos, étnicos.
Via Agenda Cultural de Lisboa

Cenas Religiosas dos séculos XIV-XVII (II)

“Dentro de la escuela de pintura italiana destaca la pareja de lienzos de Giovanni Paolo Panini [17 de Junio de 1691 – 21 de Octubre de 1765], ‘La expulsión de los mercaderes del templo’ y ‘La piscina probática’, pintados en Roma hacia 1724 y cuyas escenas, con numerosos grupos de personajes, se organizan en el marco de monumentales arquitecturas.” – Via Museo Thyssen-Bornemisza.

Giovanni Paolo Panini – ‘La Expulsion de los mercaderes del Templo’, 1724

Giovanni Paolo Panini | La piscina probática, c. 1724

L’Arpeggiata & Christina Pluhar na Gulbenkian

Concerto L’Arpeggiata & Christina Pluhar
23 Fevereiro 2014, 19:00h – Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian.

“Uma viagem musical que parte de Portugal com destino à Turquia, passando pelas costas grega e italiana, em homenagem à miscigenação cultural estimulada pelo Mediterrâneo. Às cordas barrocas do L’Arpeggiata juntam-se instrumentos árabes (como o qanun e o oud), mas também a lira grega e a guitarra portuguesa. A proximidade e o interesse da cantora Mísia pela música destas geografias fazem dela uma guia perfeita para, através da sua voz, nos conduzir neste novo programa concebido por Christina Pluhar, fundadora do L’Arpeggiata”.

Viagens e mestiçagens em torno da viola da gamba

A Accademia del Piacere, criada em 2002 em Sevilha pelos irmãos Fahmi Alqhai e Rami Alqhai, tem vindo a marcar pontos no panorama internacional da música barroca, com destaque para os repertórios italiano, francês e espanhol. O grupo distingue-se também pelas suas incursões noutros campos como é o caso do projecto Las idas y las vueltas, em colaboração com o cantor de flamenco Arcángel, apresentado a 12 Maio 2013 na Gulbenkian no ciclo Músicas do Mundo. Procurando raízes comuns, mas também a liberdade da experimentação, este diálogo entre o flamenco e a música do barroco ibero-americano levou o público do Grande Auditório ao rubro.
Por Cristina Fernandes, Público de 14 Maio 2013.
%d bloggers like this: