Posts Tagged ‘ Max Beckmann ’

Max Beckmann – representações do homem na sua angústia espiritual

Após ser desmobilizado da Grande Guerra em 1917 devido a um colapso nervoso, Max Beckmann [Leipzig, 12 Fevereiro 1884 – Nova Iorque, 27 Dezembro 1950] fixou-se em Frankfurt para recuperar e o seu trabalho ‘Descida da Cruz’ é reflexo dessa fase da vida do artista.
Em 1918 produziu Gesichter, uma suite de gravuras com rostos que acentuavam uma nova abordagem artística; A trilogia sobre o filho pródigo pertence a esse período.

The Prodigal Son Among Swine (Der Verlorene Sohn unter den Schweinen)


 

The Feast of the Prodigal Son (Die Heimkehr des Verlorenen Sohnes wird gefeiert)


 

The Return of the Prodigal Son (Die Heimkehr des Verlorenen Sohnes)


 

‘Descida da Cruz’, de Max Beckmann

Com o título original Kreuzabnahme, Max Beckmann [Leipzig, 12 Fevereiro 1884 – Nova Iorque, 27 Dezembro 1950] representa nesta obra de 1917 a sua visão do sofrimento corporal, a que se seguiriam representações do homem na sua angústia espiritual, no decurso de um período claramente dominado pela perturbação da sua passagem pelas trincheiras da Primeira Guerra Mundial.

‘Os Argonautas’, de Max Beckmann

Max Beckmann [Leipzig, 12 Fevereiro 1884 – Nova Iorque, 27 Dezembro 1950], pintor associado ao expressionismo alemão, completou ‘Os Argonautas’ no dia da sua morte. Em 2018, Antonio Muñoz Molina escreveu para o El País um artigo sobre o grande cronista da Alemanha do século XX.


%d bloggers like this: