Posts Tagged ‘ Rafael ’

‘O Casamento da Virgem’, de Rafael

No dia em que passam 500 anos da morte de Rafael, a par de Leonardo da Vinci e de Miguel Ângelo, um dos grandes mestres do Renascimento, escolho o retábulo que o genial artista executou em 1504, Lo Sposalizio della Vergine – O Casamento da Virgem.
A encomenda da Família Albizzini para a igreja de San Francesco em Città di Castello, pertence actualmente à Pinacoteca di Brera, em Milão.


‘Raffaello 1520-1483’

Para assinalar os 500 anos da morte de Rafael, foi organizada uma grandiosa exposição na Scuderie del Quirinale, em Roma. Uma vez que se encontra suspensa, no canal do YouTube da Gallerie degli Uffizi está disponível a visita guiada possível. Meno male
#Raffaello500

A Escola de Atenas, de Rafael

Entre 1509 e 1512, Rafael representou nas paredes de uma das salas privativas do Papa Júlio II as quatro faculdades clássicas, dando mostras de um elevado grau de liberdade intelectual.
Perante esta composição expansiva, o espectador quase se alheia do facto de o espaço ser mal iluminado.
A personificação da antiga Filosofia situa-se na parede directamente oposta à Disputà ( Teologia ), ilustrando a veneração do Santo Sacramento, que será abordada no próximo post.

A Escola de Atenas representa a verdade adquirida através da razão.
Em lugar de a ilustração recorrer às figuras alegóricas, como era hábito nos séculos XIV e XV, convocando o olhar para o infinito, Rafael submete o espaço pictórico às leis do plano, revelando conhecimento da arquitetura dos banhos romanos, fazendo a síntese entre o pagão e o profano.

Escola de Atenas

As figuras solenes de pensadores e filósofos – juntas em cada tema – representam um verdadeiro debate filosófico: astronomia, geometria, aritmética e geometria dos sólidos, são descritas de forma concreta, num imponente plano arquitectonicamente enquadrado no centro de um vasto espaço abobadado.
As figuras estão dispostas da esquerda para a direita, enquanto a arquitetura do eixo central é contrabalançada pelas paredes que avançam de ambos os lados.

detalhe
No primeiro plano à esquerda, um rapaz segura a tábua da harmonia musical diante de Pitágoras.

detalhe
A figura de Sócrates, de perfil.

detalhe
Platão e Aristóteles, considerados os principais representantes da filosofia grega durante toda a Idade Média, caminham em diálogo no topo das escadas.
Em baixo e ao centro – em atitude filosófica – Diógenes? reclina-se nos degraus, numa expressão de despojamento em relação às necessidades materiais e a um estilo de vida.

detalhe
A figura de Heráclito? – reclinado sobre o bloco de mármore – terá sido associada mais tarde.

detalhe
Euclides desenha uma figura geométrica perante um grupo de jovens.

detalhe
A figura com o globo – vista de trás – é provavelmente Ptolomeu, tendo à sua frente Zaratrusta com a esfera.

detalhe
Rafael – de chapéu escuro – e o seu amigo Sodoma

detalhe
Minerva

As figuras desta composição não se atropelam nem são sufocadas pelo aglomerado; sugerem movimento, numa celebração do pensamento clássico liberal, onde tudo é discutido e exercitado.

%d bloggers like this: