Posts Tagged ‘ Eric Dolphy ’

‘Point of Departure’, de Andrew Hill

Após Black Fire (1963), o álbum de estreia na Blue Note onde gravou durante toda a década de 60, o compositor e proeminente pianista Andrew Hill [30 Junho 1931- 20 Abril 2007] reuniu em Março de 1964 um notável sexteto no estúdio de Van Gelder em Nova Jérsia para gravar Point of Departure, que seria lançado apenas no ano seguinte.

Composto pelo saxofone tenor Joe Henderson [24 Abril 1937 – 30 Junho 2001] e pelo trompetista Kenny Dorham [1924-1972], os restantes três elementos do agrupamento,  Eric Dolphy (sax alto), Richard Davis (contrabaixo) e Tony Williams (bateria) tinham gravado em Fevereiro Out To Lunch!, o legado de Eric Dolphy [1928-1964] à Blue Note.


‘Percussion Bitter Sweet’, de Max Roach

Do álbum Percussion Bitter Sweet, lançado pela Impulse Records em 1961, o tema Mendacity, composto por Max Roach [1924-2007], foi gravado a 1 de Agosto, precisamente há 60 anos.
Decorreram mais três sessões de gravação até ao dia 9 de Agosto.


Booker Little, trompete | Julian Priester, trombone | Eric Dolphy – saxofone alto
Clifford Jordan – saxofone tenor | Mal Waldron, piano | Art Davis, duplo-baixo
Abbey Lincoln, voz | Max Roach, bateria

‘Out To Lunch’, de Eric Dolphy (II)

O multi-instrumentista Eric Dolphy [20 Junho 20, 1928 – 29 Junho 1964], toca saxofone alto no primeiro tema do lado B e que dá o título ao álbum Out To Lunch!.
A gravação para a Blue Note teve lugar nos estúdios Van Gelder em Nova Jérsia em Fevereiro do ano da morte de Dolphy, e contou com a colaboração de Freddie Hubbard no trompete, Bobby Hutcherson no vibrafone, Richard Davis no contrabaixo e Tony Williams na bateria. 


Charles Mingus – ‘Mingus at Antibes’ (1960)

Wednesday Night Prayer Meeting is the opening theme of Charles Mingus album ‘Mingus at Antibes’, recorded at Jazz Festival, Antibes, July 13, 1960.

‘Out To Lunch!’, de Eric Dolphy

Hat and Beard é o tema de abertura do álbum Out To Lunch!, o legado de Eric Dolphy [20 Junho 20, 1928 – 29 Junho 1964] à  Blue Note. A gravação teve lugar nos estúdios Van Gelder em New Jersey a 25 de Fevereiro do ano da morte de Dolphy e contou com a colaboração de Freddie Hubbard no trompete, Bobby Hutcherson no vibrafone, Richard Davis no contrabaixo e Tony Williams na bateria.  
Nos primeiros anos da década de 60, Dolphy teve parcerias relevantes com Charles Mingus e John Coltrane.
%d bloggers gostam disto: