Archive for the ‘ Banda Desenhada ’ Category

Corto Maltese: Viagem à Aventura

Fórum Eugénio de Almeida – De 25 de julho a 2 de dezembro de 2012
Esta exposição dá a conhecer a enorme poética do ilustrador veneziano Hugo Pratt, através das viagens e histórias do seu personagem mais emblemático: Corto Maltese, uma das principais figuras da Banda Desenhada mundial e referência na literatura do século XX.
Corto Maltese é um viajante incansável sempre à procura de novos lugares longínquos, um anti-herói romântico e fiel aos seus ideais que cruza momentos da história como sua testemunha.
As 51 obras da exposição – aguarelas, tinta-da-china e guache – retratam uma das muitas aventuras do errante capitão maltês: de Veneza, passando por África, de Samarcanda à Polinésia, do Caribe à ilha de Escondida.

Et l’aventure commence…

No Outono de 1925, Hergé começa a trabalhar no jornal Le Vingtième Siècle, interrompendo a colaboração para cumprir o serviço militar nos dois anos seguintes.

No dia 1 de Novembro de 1928 sai o primeiro número do suplemento juvenil do jornal – Le Petit Vingtième -,coordenado por Hergé. Com argumento de um dos redactores do jornal, Hergé desenha Les Aventures de Flup, Nénesse, Poussette et Cochonet .

No dia 10 de Janeiro de 1929, inicia-se no Le Petit Vingtième (nº 11) Tintin au pays des Soviets, a primeira de inúmeras aventuras do jovem repórter.

Hergé devint assez vite très polyvalent au sein du XXème siècle, s’occupant de la mise en page, des illustrations et du lettrage. Le directeur, voulant élargir l’audience du journal, décida de créer un supplément destiné aux jeunes. Il se tourna, tout bonnement vers Hergé qui allait se fiancer avec Germaine Kieckens, sa secrétaire. Le 1er novembre 1928, le premier numéro du Petit Vingtième paraissait. La responsabilité du nouveau journal était confiée à Hergé.

Il commença par illustrer les séries paraissant dans le Petit Vingtième, mais vite lassé, il décida de lancer sa propre série. Il reprit ses planches de Totor, en changeant quelques lettres au nom du héros et en lui donnant un nouveau métier : journaliste. Il lui ajoute une houppette et un fox terrier : Milou.
Ayant lu les B.D américaines Bringin up father, Katzenjammer kids et Krazy Cat, Hergé décide de lancer une véritable bande dessinée où dessins et paroles des personnages sont liés.
Tintin apparaît donc pour la première fois le 10 janvier 1929 dans Le Petit Vingtième. Le jeune reporter va partir en voyage au pays des bolcheviques… Hergé livrait deux planches par semaine, sans imaginer les suites que la série aura assez vite.

O Nascimento dos Comics

Exposição:  EUA, 1895-1920: O nascimento da banda desenhada.
Montana Gallery, Barcelona – de 3 de Fevereiro a 26 de Março de 2011.

Em finais do século XIX, a feroz concorrência entre a imprensa nova-iorquina impunha novos desafios, nomeadamente, novas técnicas de impressão; A imigração em massa proveniente da Europa veio dar um grande contributo, por via da grande explosão artística dos “tempos modernos”. Surgia então o período de ouro do “grafismo moderno”, compreendido entre 1890 e 1910.

Ao contrário dos quadrinhos europeus, quase exclusivamente dirigidos às crianças, os americanos estavam orientados para um público mais adulto. Os primeiros Suplementos de Domingo a cores nos principais jornais visavam fidelizar clientes e, com isso,  aumentar as vendas; Surgia então a oportunidade para um novo tipo de grafismo, criado por jovens autores a quem era facultada liberdade criativa, posteriormente designada de  “arte popular” ou cultura de massas, celebrizada meio século depois por vanguardistas como Andy Warhol.

A Galeria Montana apresenta em primeira mão uma mostra baseada numa selecção de mais de 2.000 páginas originais retiradas dos suplementos dominicais, num estado de conservação excepcional.

A colecção particular de Pascal Hanrion reúne trabalhos da primeira geração dos melhores da época: Winsor McCay, Richard Felton Outcault, Rudolph Dirks, Gustave Verbeek, Swinnerton, Opper; e dos que se lhes seguiram: Geo Mac Manus, Cliff Sterett, Knerr, Rube Goldberg, Bud Fisher, Dereck ou Ferra’s.


50 anos de Astérix – Objectos de Colecção

Foi em Outubro de 1959, com o primeiro número da revista Pilote, que Astérix e o seu inseparável (e "um pouco forte") amigo Obélix se deram a conhecer. Há cinquenta anos que os privilegiados leitores de todo o mundo testemunham as aventuras de Astérix, o gaulês. O tal que Uderzo imaginou belo, alto e musculado, mas de quem Goscinny pretendeu fazer um anti-herói, fisicamente pouco interessante, baixo e de aparência frágil.

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

50 anos de Astérix - Objectos de Colecção

Ao encontro do criador (2)

A 11ª Edição da Feira Laica, a decorrer este fim-de-semana, de novo na Bedeteca de Lisboa, mostra  a dinâmica da edição independente portuguesa e estrangeira de banda desenhada.

Feira Laica 2009

Autores-Editores Estrangeiros:
Benjamin Bergman, Jarno Latva-Nikkola e Tommi Musturi (que desenhou o cartaz da Feira), do colectivo finlandês Boing Being (com ligações ao jornal Kuti e à antologia Glömp) e ainda Kaja Avbersek e Gasper Rus, do colectivo esloveno Stripcore (da revista Stripburger).

Autores-Editores Portugueses:
Revista Acto, Alexandre Esgaio, Atelier Toupeira / Bedeteca de Beja, Averno, Bela Trampa, Chili Com Carne, colectivo Pinopaco, El Pep, discos F.Leote, Os Gajos da Mula, Grain of Sound, zine O Hábito Faz O MonstroHülülülüImprensa Canalha, Lemur, Marvellous Tone, Massa Folhada, Mike Goes West, MMMNNNRRRG, Opuntia Books, Piggy, Reject Zine (com All*Girlz zine, Doczine, Shock e Terminal), Skinpin Records, Sleep City, Thisco, Drome Video Zine, Zona Zero e zine Znok.

Révélation Blog 2009

Festival international de la bande dessinée d'Angoulême

 

Eis os três vencedores do Concurso “Révélation Blog 2009”:

 

 

 

Couverturebooknet

Banda Desenhada em 2009

 Festival international de la bande dessinée d'Angoulême

 
Vamos lá a uma espreitadela demorada pelos nomeados para o Concurso “Révélation Blog 2009”:

Antoine Kirsch, Lavomatic, Ben Baker, Brusch, Cyrilo, Diglee, Dromadaire Bleu, Chez Gof, Humphrey, Jibé, Joseph Falzon,  MilkyLilla, Angry Mum, Lommsek, Martin LeBrun,  Missbean, Monsieur MoukLa Bande Pas Dessinée,  ParadoksPauline, PierrotReineke,  Tanpi, Terreur Graphique, A Cup of Tim, Vincent, Vincent Lévêque, e Youka.

 

E, já agora, por algumas das novidades para a bedeteca:

Le petit Christian - Le petit Christian, T2 Le voleur de visages Gus - Gus, T3 The autobiography of Mitroll - The autobiography of Mitroll, T1 Harding was here - Harding was here, T1 

 

Nage libre Jonathan - Jonathan, T14

In Gaza

and beyond

Ana Isa Figueira

Psicologia Educacional

Histórias de Portugal e Marrocos

sobre Património, História e outras histórias

Carlos Martins

Portuguese Jazz Musician, Saxophone Player and Composer

O Cantinho Sporting

Onde a opinião é verde e branca!

TABOO of ART

'Also known as loveartnotpeople.uk, taboofart.com might just be the unintentional cure for the art world malaise: Spend twenty minutes trawling through the archives and you’ll be begging for the arcane pomposity of an Artforum Critic’s Pick' said BLACKBOOK Magazine

Michelangelo Buonarroti è tornato

Non ce la fo' più a star zitto

Lino Guerreiro

Compositor/Composer

TheCoevas official blog

Strumentisti di Parole/Musicians of words

David Etxeberria

Visual artist

Mary had a little blog

This is the bee's knees

Luz da imagem

A luz, essência da imagem e da fotografia. Analógica/digital; imagem real; imagem artística; Ensaios fotográficos.

The Libertine

A public blog that features a compilation of exceptional artists' works; serendipitously discovered by a secret admirer. The ongoing overtones of the production frequently include evocative imagery, passionate emotions, pure beauty and raw exprience (to name a few themes). Our content is composed of artistic expressions, fashion editorials, promising talents, diverse bodies, freedom for all, love forever and the eternal search for truth in the visceral .......................................................................................................................................................................................... (SUBMISSIONS TO satietypaper@gmail.com)

Instituto de História da Arte

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa

Franz E.

a tua palavra conta...

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

ABA SYSTEMS

Advanced Business Advisor

Speakers' Corner

"I could be bounded in a nutshell, and count myself a king of infinite space" - William Shakespeare, in Hamlet

%d bloggers like this: