Arquivo de 14 de Abril, 2004

the finest art of jazz

Live at the Jazz Workshop, de Thelonious Monk

Gravado em Los Angeles, 1964.

Straight, No Chaser / ‘Round Midnight / Well, You Needn’t, são peças de improviso jazzístico do melhor que ouvi até hoje!

Diz-me

Dime por favor donde estás,

en que rincón puedo no verte,

dónde puedo dormir sin recordarte

y dónde recordar sin que me duela.

Dime por favor dónde pueda caminar

sin ver tus huellas,

dónde puedo correr sin recordarte

y dónde descansar con mi tristeza.

Dime por favor cuál es el cielo

que no tiene el calor de tu mirada

y cuál es el sol que tiene luz tan sólo

y no la sensación de que me llamas.

Dime por favor cuál es el rincón

en el que no dejaste tu presencia.

Dime por favor cual es el hueco de mi almohada

que no tiene escondidos tus recuerdos.

Dime por favor cuál es la noche

en que no vendrás para velar mis sueños…

Que no puedo vivir porque te extraño

y no puedo morir porque te quiero.

Jorge Luis Borges

Função de Variáveis Lógicas (Booleanas) – II

  • Parece-me que a equação foi resolvida hoje!
  • Vivam os livres pensadores!

    Gostei de ler hoje:

  • A entrevista de Pedro Santana Lopes ao DN – Sempre livre, fala dos túneis, das torres, das presidenciais, enfim, tudo temas pacíficos!
  • A entrevista de Michael Nyman ao DN – Sempre genial, um dos pais da música minimalista, juntamente com Philip Glass, Brian Eno e Steve Reich, fala sobre as suas bandas sonoras para filmes também geniais, como O Piano, Os Livros de Próspero ou O Cozinheiro, o Ladrão…, bem como da sua admiração pelas vozes femininas portuguesas!

    Incontornável!

    Pena não poder ir ao concerto!
  • A entrevista de Carlos Queiroz ao jornal “A MARCA” – Sempre coloquial, explica entre outras questões, porque é que por vezes 2 + 2 são cinco, que subir o Evereste não é fácil e que não ganhar a Liga seria uma desilusão!
  • cuidado!

    Está em circulação um número alarmante de notas falsas de cem euros.

    Os especialistas dizem que o “grau de pureza” é superior a tudo o que já foi feito até hoje!

    Convém ter algum cuidado.. sempre são 20 contos de réis!

    The Child Is Gone

    Fionna Apple -Tidal

    Darling, give me your absence tonight

    Take the shade from the canvas and leave me the white

    Let me sink in the silence that echoes inside

    And don’t bother leaving the light on

    ‘Cause I suddenly feel like a different person

    From the roots of my soul come a gentle coercion

    And I ran my hand o’er a strange inversion

    A vacancy that just did not belong

    The child is gone

    Honey, help me out of this mess

    I’m a stranger to myself

    But don’t reach for me, I’m too far away

    I don’t wanna talk ‘cause there’s nothing left to say

    So my darling, give me your absence tonight

    Take all of your sympathy and leave it outside

    ‘Cause there’s no kind of loving that can make this alright

    I’m trying to find a place I belong

    And I suddenly feel like a different person

    From the roots of my soul come a gentle coercion

    And I ran my hand o’er a strange inversion

    As the darkness turns into the dawn

    The child is gone

    The child is gone

    Esta voz maravilhosa, compõe e toca piano lindamente! É fascinante!

    E um dos discos a que gosto muito de voltar!

    %d bloggers like this: