Arquivo de 1 de Abril, 2004

da física quântica

o rato é muito mais pequeno que o gato

ao correr para não ser apanhado, e como é veloz, à medida que se aproxima do buraco, este parece-lhe cada vez mais pequeno e o ratinho entra em pânico e começa a achar que se vai esborrachar contra a parede e os bocadinhos vão sobrar para o gato

ao desenhar a figura do gato, o buraco parece muito maior e aumenta os índices de confiança

até acha que vai conseguir entrar sem se baixar

o gato pensa que, mais dia menos dia, o rato vai ficar preso no buraco após uma derrapagem seguida de uma grande chiadeira

o gato acha que ver a sua figura pintada na parede é uma afronta ao seu prestígio de caçador

o gato fica baralhado com o engenho do rato, que ainda se ri dele com a brincadeira

se eu fosse o gato, apagava o desenho e pintava-me deitado de frente com a boca aberta

o rato, o que faria?

Mesmo o terrorista do André do F.C.Porto.

É inadmissível que um clube desta dimensão dê tempo de antena a um alarve daqueles!

Portugal-Itália

«Sofremos dois golos que no futebol actual não existe mais. Foram descuidos e esses contra equipas de qualidade são fatais. Gostei até determinado momento, mas depois tivemos erros que temos de corrigir e vamos fazer isso na medida do possível. Nós sabemos o que estamos a fazer e confiamos nos nossos atletas. Entendo que o golo [o segundo] que sofremos foi muito melhor ter sofrido hoje do que em qualquer outra parte da competição que temos pela frente. Continuo optimista».

Paixões à parte, continuo optimista também.

Não tenho dúvidas que quando o Euro tiver início vamos estar todos ao lado da Selecção Nacional!

%d bloggers like this: