Posts Tagged ‘ Skip Sempé ’

‘Amadis’, de Jean-Baptiste Lully

Jean-Baptiste Lully [Florença, 28 Novembro 1632 – Paris, 22 Março 1687] foi um compositor e violinista do período barroco que dominou a vida musical em França durante o reinado de Luís XIV – o Rei-Sol, tendo ocupado o cargo de mestre musical da família real durante cerca de duas décadas. Lully concebeu e organizou formas musicais como a Tragédie lyrique e a Ouverture à la française.

Do álbum: Versailles. L’île enchantée – 2001, fica a Chaconne do último acto da tragédia lírica Amadis, composta por Lully em 1684 sobre libreto de Philippe Quinault.


Álbum: Versailles. L’île enchantée, 2001
Amadis, LWV 63, Acte V Scène 5: Chaconne
Capriccio Stravagante Orchestra · Skip Sempé, cravo

‘Dunque fra torbid’onde’, de Cristofano Malvezzi

De Cristofano Malvezzi [baptizado a 28 Junho 1547 – 22 Janeiro 1599], organista e compositor italiano durante a transição do período Renascentista para o Barroco, que viveu em Florença, onde serviu os Medici, o tema Dunque fra torbid’onde, extraído da colectânea Intermedii para La PellegrinaMúsica para o Casamento de Don Ferdinando Medici, Grão-duque da Toscana, 1589.
Skip Sempé dirige a Capriccio Stravagante Renaissance Orchestra  e o Agrupamento Collegium Vocale Gent.
Solistas: Jean-François Novelli, Vincent Lesage e Stephan Van Dyck.


‘Dal vago e bel sereno a 6’, de Cristofano Malvezzi

De Cristofano Malvezzi [1547- 1599], organista e compositor italiano durante a transição do período Renascentista para o Barroco, que viveu em Florença, onde serviu os Medici, o tema Dal vago e bel sereno extraído da colectânea Intermedii para La Pellegrina– Música para o Casamento de Don Ferdinando Medici, Grão-duque da Toscana, 1589.
Skip Sempé dirige o Ensemble Capriccio Stravagante e o Agrupamento Collegium Vocale Gent.

%d bloggers like this: