Posts Tagged ‘ Terras sem Sombra ’

Festival Terras sem Sombra – La Reverdie

“Missa Sancti Jacobi” de Guillaume Dufay [1397 – 1474]
Pedro de Escobar

Ensemble La Reverdie
Terras sem Sombra – Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo
Igreja Matriz de Santiago Maior, Santiago do Cacém – 20 de Abril de 2013, 21h30

La Reverdie

Fundado em 1986, o ensemble adoptou o nome de um género poético que celebra o regresso da Primavera. Isto revela a principal característica de um grupo que cativa graças à variedade da sua interpretação do extenso e diversificado repertório musical da Idade Média e dos primórdios do Renascimento. Doron David Sherwin faz parte do ensemble desde 1993, como instrumentista e cantor. Presentemente, laReverdie actua em grupos de 3 a 14 músicos.
A investigação, aliada à experiência obtida no decurso da sua longa e intensa actividade, fazem dele um ensemble dotado de um virtuosismo instrumental e vocal de certo modo único.
O agrupamento tem-se apresentado regularmente em Itália, Suíça, Áustria, Alemanha, França, Inglaterra, Espanha, Portugal, Bélgica, Países Baixos, Polónia e Eslovénia. Gravou 18 CD, 13 dos quais para Arcana, em co-produção com WRD, tendo recebido, entre outros prémios, Diapason d’Or de l’Année (o primeiro atribuído a um agrupamento italiano na categoria de Early Music), 10 de Répertoire, 10 de Crescendo, Télérama, 5 Stars de Musica e A de Amadeus. O seu último CD, Carmina Burana – Sacri Sarcasmi, foi um dos três finalistas dos 2010 Midem Classical Awards na categoria de Early Music.
Desde 1997 que os membros de laReverdie participam em cursos de Verão, como o International Early Music Course, de Urbino. Vêm leccionando igualmente em instituições de referência, nomeadamentre a Accademia Internazionale della Musica, de Milão, o Laboratorio Internazionale di Musica Medievale (Alia Musica) ou a Staatliche Hochschule für Musik, de Trossingen. O ensemble colaborou igualmente, em diversos projectos especiais, com Franco Battiato, Moni Ovadia, Carlos Núñez, Teatro del Vento e Gérard Dupardieu. Via.

Terras sem Sombra – Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo

Festival Terras sem Sombra 2013

Da Apresentação sobre a Edição 2013: Como pano de fundo, o FTSS dá a conhecer um território que sobressai pelos valores ambientais, culturais e paisagísticos e apresenta um dos melhores índices de preservação da Europa. A valorização dos recursos naturais constitui outra das suas prioridades: cada concerto é acompanhado por uma acção-piloto de voluntariado para a salvaguarda da biodiversidade com a participação, ombro a ombro, dos artistas, do público e das comunidades que o Festival percorre. Da carta magna do FTSS fazem parte os princípios da inclusão e da sustentabilidade. Os concertos e demais actividades são de acesso livre, dentro dos condicionalismos impostos pela preservação dos monumentos e sítios visitados.

Domenico Scarlatti

Giuseppe Domenico Scarlatti, virtuoso compositor do barroco tardio, nasceu em Nápoles neste dia 26 de Outubro, no ano de 1685, vindo e morrer em Madrid em 1757.

Johann Sebastian Bach [1685-1750], George Frideric Handel [1685-1759] e Domenico Scarlatti [1685-1757] foram três personalidades fundamentais do Barroco Tardio que, por coincidência, nasceram no mesmo ano. Em comum, possuem também o facto de terem sido exímios intérpretes e improvisadores, e compositores de génio no domínio da música de tecla, ainda que a produção que destinaram a instrumentos como o órgão, o cravo ou o clavicórdio ocupe lugares bem diversos no seu percurso individual. Se hoje recordamos Scarlatti como um compositor indissociável do repertório para cravo (posteriormente adoptado pelos pianistas), a música de tecla ocupa um lugar relativamente circunscrito na produção de Handel e assume-se como um dos pilares centrais no desenvolvimento de Bach enquanto compositor. […]
[…]Scarlatti, na sua passagem pelo nosso país após ter sido contratado para o cargo de compositor da corte por D. João V em 1719, foi professor de cravo da infanta D. Maria Bárbara, que acompanharia após o casamento desta com o futuro rei espanhol, Fernando VI. Intérprete de grandes recursos, a princesa marcaria profundamente a evolução artística do compositor. A simbiose professor-aluna foi tão estreita que Scarlatti passou o resto da vida ao seu serviço, mantendo igualmente laços com Portugal – a primeira colecção de peças que publicou, os “Essercizi per Gravicembalo”, foi dedicada a D. João V em agradecimento pelo título de cavaleiro da Ordem de Santiago. Esta colecção, editada em Londres em 1739, deu-lhe fama internacional.[…]
Excerto de Bach, Handel e Scarlatti:Três Mestres da Música de Tecla do Barroco,
Cristina Fernandes, em catálogo da 7.ª edição do Festival Terras sem Sombra.

Terras sem Sombra – Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo

Johann Sebastian Bach [1685-1750], George Frideric Handel [1685-1759] e Domenico Scarlatti [1685-1757] foram três personalidades fundamentais do Barroco Tardio que, por coincidência, nasceram no mesmo ano. Em comum, possuem também o facto de terem sido exímios intérpretes e improvisadores, e compositores de génio no domínio da música de tecla, ainda que a produção que destinaram a instrumentos como o órgão, o cravo ou o clavicórdio ocupe lugares bem diversos no seu percurso individual. Se hoje recordamos Scarlatti como um compositor indissociável do repertório para cravo (posteriormente adoptado pelos pianistas), a música de tecla ocupa um lugar relativamente circunscrito na produção de Handel e assume-se como um dos pilares centrais no desenvolvimento de Bach enquanto compositor. […]
Excerto de Bach, Handel e Scarlatti:Três Mestres da Música de Tecla do Barroco,
Cristina Fernandes, em catálogo da 7.ª edição do Festival Terras sem Sombra.

O segundo evento terá lugar a 16 de Abril, pelas 21h30, na igreja de Santo Ildefonso, matriz de Almodôvar, que recebe um concerto do cravista francês Pierre Hantaï, intitulado “Peregrinações – No 3º Centenário de D. Maria Bárbara, Princesa de Portugal”. O espectáculo gira em torno da música para tecla do século XVIII e incide em obras de Bach, Handel e Scarlatti.

Ligações recomendadas sobre o Festival:

Câmara Clara – TERRAS SEM SOMBRA – FESTIVAL DE MÚSICA SACRA DO BAIXO ALENTEJO – http://camaraclara.rtp.pt
La sinfonía de la sostenibilidad · http://www.elpais.com

Festival Terras Sem Sombra 2011 – www.patrimoniodiocesebeja.com

%d bloggers like this: