“Na Lua”

Durante 40 anos estive convencido que as imagens da alunagem da Apollo 11 foram transmitidas em diferido, pela razão de as ter visto só no dia seguinte; Até que, esta semana no Twitter, Vasco Matos Trigo teve a gentileza de me esclarecer que A RTP transmitiu em directo, com imagens cedidas através na cadeia japonesa. Foi durante a madrugada, numa emissão conduzida pelo José Mensurado.
Uma coisa é certa: Não me conseguem convencer – depois de ter visto aquelas imagens e de seguida ter ido a correr para a janela – que os tipos que vi aos pulinhos no Mar da Tranquilidade não eram Buzz Aldrin e Neil Armstrong!   🙂 🙂
Ao longo dos últimos dias, tem sido uma aventura acompanhar a viagem. Vale a pena espreitar!

Anúncios
  1. Claro que, “sempre que o homem sonha o mundo pula e avança”.
    Fraude ? De todo.
    Embora algumas questões colocadas em a “Fraude do Século” são sem duvida muito controversas, outras porem têm explicação Cientifica ( com C grande).
    A grande maioria dos descrentes nesta gigantesca e sem igual para já, viagem do Homem, são movidos religiosamente.
    Alguns mesmo duvidam que o ainda não se avistou o Cabo Bojador, falar do Cabo da Boa Esperança …uiiiii. ( outras viagens, nem por isso menores)
    Só digo isto porque não quero aqui no teu espaço entrar em debate:
    A situação E.U.A versus URSS, nunca primitiria uma fraude, estávamos bem no centro da Guerra Fria.
    Mais, se os E.U.A. quiseram porventura com algumas fotos enganar alguém, nunca foi enganar a URSS, seria impossível.
    Não esquecer que a URSS esteve lá pouco depois com os ROVs.

    • cristina gonçalves teixeira
    • 28 de Julho, 2009

    Caro Branco de Almeida, acho curioso que não tenha assistido em diferido à alunagem. que idade tem afinal?Era bem pequena, e a mais velha de uma fratria de 4, e a todos, mesmo aos que só ainda balbuciavam, nos acordaram a meio da noite, afimde seguirmos em directo a histórica alunagem, episódio que ainda hoje recordo, a preto branco, em luta com um sono hipnótico; sempre pensei que tivesse sido assim em todos lares.. Permita-me mudar de assunto:em que é que resultou a sua “democracia participativa”no caso do Palacete Ribeiro da Cunha? Segui a querela, porque sou vizinha do Placete, residente no bairro, e “conhecida” dos ex-proprietários. Agora conclui um mestrado em Património e estou interessada, de outra forma, no destino do edifíco, a cuja degradação assitimos diariamente,e na eficácia da acção dos grupos de cidadania como a Setima Colina, versus os decisores políticos e institucionais.Será eais pedir-lhe uma avaliação?

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

In Gaza

and beyond

Ana Isa Figueira

Psicologia Educacional

Histórias de Portugal e Marrocos

sobre Património, História e outras histórias

Carlos Martins

Portuguese Jazz Musician, Saxophone Player and Composer

O Cantinho Sporting

Onde a opinião é verde e branca!

TABOO of ART

'Also known as loveartnotpeople.uk, taboofart.com might just be the unintentional cure for the art world malaise: Spend twenty minutes trawling through the archives and you’ll be begging for the arcane pomposity of an Artforum Critic’s Pick' said BLACKBOOK Magazine

Michelangelo Buonarroti è tornato

Non ce la fo' più a star zitto

Lino Guerreiro

Compositor/Composer

TheCoevas official blog

Strumentisti di Parole/Musicians of words

David Etxeberria

Visual artist

Mary had a little blog

This is the bee's knees

Luz da imagem

A luz, essência da imagem e da fotografia. Analógica/digital; imagem real; imagem artística; Ensaios fotográficos.

The Libertine

A public blog that features a compilation of exceptional artists' works; serendipitously discovered by a secret admirer. The ongoing overtones of the production frequently include evocative imagery, passionate emotions, pure beauty and raw exprience (to name a few themes). Our content is composed of artistic expressions, fashion editorials, promising talents, diverse bodies, freedom for all, love forever and the eternal search for truth in the visceral .......................................................................................................................................................................................... (SUBMISSIONS TO satietypaper@gmail.com)

Instituto de História da Arte

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa

Franz E.

a tua palavra conta...

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

ABA SYSTEMS

Advanced Business Advisor

Speakers' Corner

"I could be bounded in a nutshell, and count myself a king of infinite space" - William Shakespeare, in Hamlet

%d bloggers like this: