Leonardo da Vinci e a Água

Encontrando-se a água no imenso mar, seu elemento, teve desejos de subir aos ares, e confortada pelo elemento fogo, elevou-se em fino vapor, quase parecendo da leveza do ar. Chegada lá acima, alcançou o ar mais leve e fino, onde foi abandonada pelo fogo; e os pequenos granículos, apertados, unem-se e tornam-se pesados, pelo que ao cair a soberba se transforma em fuga. E cai do céu; pelo que a seguir foi bebida pela seca tarra, onde, por muito tempo encarcerada, fez penitência do seu pecado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Anúncios
%d bloggers like this: