A execução de Lady Jane Grey

Os últimos momentos de Jane Grey, bisneta de Henrique VII, proclamada Rainha de Inglaterra após a morte de Eduardo VI, tal como ela, protestante. Vítima de uma conspiração dos partidários de Mary Tudor, a filha católica de Henrique VIII, foi condenada à morte na Torre de Londres, por alta traição.
Pode ser vista até domingo na The National Gallery, Londres.

The Execution of Lady Jane Grey - Paul Delaroche, 1833

Anúncios
  1. Por essas e outras que sou apaixonada por Londres! Quero passar pelo menos um mês por lá no fim do ano =)
    Gosto muito do blog mas nunca consigo comentar, sempre passo por aqui correndo, leio e já preciso sair!
    Tentarei voltar mais vezes agora 🙂
    Ah, depois da uma olhadinha no site da EY, tem uns videos ótimas na divulgação do programa de trainee.
    http://www.traineesey.com.br

    • Alisson
    • 3 de Julho, 2010

    Quando li a historia dessa jovem d apenas 16 anos que foi excutada por sua fé e pela certeza de sua salvação mediante a graça pela luz da palavra de Deus me senti confrontado a ter uma vida com mais seriadade fé e amor.Glorifo a Deus pelos martires que morreram por amor ao Senhor Jesus e sua palavra.Essa jovem fez um comentario sobre sua fé quando foi julgada palavras essas que o Espirito Santo me convenceu logo no inicio de mimnha converção.Ela deixou muito claro em sua resposta ao teólogo que estava lhe julgango dizendo:Que a igreja tem que ser submissa a palavra de Deus e não a palavra submissa a igreja e seus dogmas humanistas e egoistas.Eu is ser padre mais sentia que existia algo mais do que um ritual e dogmas e que muitas vezes vi a palavra de Deus sendo posta de lado,Deus me fez ver isso e quando li a historia dessa jovem apaixonada por Jesus entendi mais uma vez que mesmo quando achamos que a palavra de Deus está sendo posta de lado há um agir no sobrenatural de Deus essa jovem é mais lembrada ana Inglaterra do que seus algozes e a rainha Maria sanguinaria titulo que recebeu por feito muitos martires em seu tempo!!!Jesus para sempre glorificado de eternidade a eternidade!!!Alisson adorador

    • Flávia
    • 4 de Maio, 2012

    Tive a oportunidade de apreciar essa obra no Museu do Louvre, em Paris. Fiquei impressionadíssima! Foi um dos quadros de toda a exposição que me marcou muito. Até então não conhecia Paul Delaroche e nem a história por trás da pintura.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Anúncios
%d bloggers like this: