Postais de Portugal

 


Nos finais do século XVII estava dividida em três artérias. A parte superior ou seja o troço que desce desde a antiga cadeia até à esquina da Rua de S. Miguel é que era a Rua da Taipas. A parte central, ou seja, a parte mais larga da rua chamava-se Praça de Belomonte. E a parte restante, aquele bocado mais inclinado era a Rua de Belomonte. Pois a actual Rua de Belomonte chamava-se Rua de S. Domingos. A curta Rua das Taipas que acabava na esquina da Rua de S. Miguel tinha sido chamada Rua do Olival por meados do século XV. Ao princípio era um caminho ao longo da parte interior da muralha fernandina que se foi alargando e tomou a designação de Rua do Olival. Em 1485 foram descobertos surtos de peste nesta artéria e a Câmara para evitar a expansão mandou entaipar a rua nos dois extremos. Nos séculos XVII e XVIII era habitada pela grande burguesia. Palacete dos Vilares de Perdizes. Casa armoriada onde residiu o contador da Real Fazenda, Brito e Cunha.”
Via.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Anúncios
%d bloggers like this: