Arquivo de 5 de Setembro, 2006

a vida, própria das sombras

Faz-se luz pelo processo
de eliminação de sombras
Ora as sombras existem
as sombras têm exaustiva vida própria
não dum e doutro lado da luz mas do próprio seio dela
intensamente amantes loucamente amadas
e espalham pelo chão braços de luz cinzenta
que se introduzem pelo bico nos olhos do homem

Por outro lado a sombra dita a luz
não ilumina realmente os objectos
os objectos vivem às escuras
numa perpétua aurora surrealista
com a qual não podemos contactar
senão como amantes
de olhos fechados
e lâmpadas nos dedos e na boca

Mário Cesariny

Anúncios

Palacete Ribeiro da Cunha (3)

Está agendada para o próximo dia 7 de Setembro, pelas 21h, no Museu Botânico, no Jardim Botânico, uma sessão pública sobre o Plano de Pormenor do Palacete Ribeiro da Cunha.
Vão estar presentes o autor do projecto, o Director do Departamento de Planeamento Urbano, representantes da Quercus, Associação Lisboa Verde e também comunicação social.

Cortesia da Dra Ana Bravo da Junta de São Mamede, onde se encontra até dia 15 para discussão pública o referido Plano de Pormenor.

Anúncios
%d bloggers like this: