Jardim de Santos: Experimenta quê?!

Jardim de Santos

Comecei a atravessar o Jardim de Santos para ir às matinés do Cinearte ainda Lisboa era a preto e branco. O ardina e o cauteleiro disputavam os clientes entre o jardim e a entrada do cinema, havia ainda o ruído de fundo que o almeida da Câmara fazia a arrastar a vassoura feita com restos de ramagem das árvores.

Jardim de Santos

Hoje, a azáfama é de outra ordem. O Jardim de Santos é utilizado como atalho, que a noite da 24 de Julho já tarda, e como urinol, no regresso. Embora me lembre de o ver em pior estado, continua a merecer cuidados. Mas sobreviverá melhor sem mimos destes, obrigado.

Jardim de Santos

Anúncios
    • Andrade
    • 11 de Setembro, 2009

    Já não vou andar cá muito tempo, senão….ia já formar uma comissão credível, que
    acaba-se com esta maluqueira, metendo na prisão se necessário, os autores de ideia tão
    espatafurdica, ou arranjar uma vaga num hospício.

    Limpem mas é o lixo e acabem com a malandragem que só sabe destruir.

    • Isa
    • 11 de Setembro, 2009

    Infelizmente há ‘malandragem’ cuja profissão e modo de vida é só destruir.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: