Derrapa, Túnel, derrapa, que o Zé* paga!

Perdoem-me repetir aqui o último parágrafo desta posta do PF:

Por sua vez, José Sá Fernandes disse à Lusa que a decisão do Tribunal Arbitral “não tem nada a ver com a providência cautelar”, mas com “obras que foram feitas e que provavelmente não estavam contabilizadas” no âmbito da construção do Túnel do Marquês..

Porque todos os textos que encontrei online têm a mesma fonte, retiro só um pequeno excerto do artigo do Fernando Diogo publicado na última edição do Expresso:

Os Juízes fixaram em 3,07 milhões de euros a compensação dos prejuízos ao consórcio construtor pela suspensão dos trabalhos, uma verba que está incluida na alínea relativa a indemnizações, cujo total ascende a 6,6 milhões de euros

Se dividirmos os 3,07 milhões pelo número de Zés* de Lisboa, ficamos a saber quanto é que o senhor Sá Fernandes deve a cada lisboeta, mais coisa menos coisa…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: