Posts Tagged ‘ Martinho da Arcada ’

Lisboa Com Sentido – #BlogTulia

A partir das 19h00, o Martinho da Arcada – Terreiro do Paço, acolhe a conferência de Bloggers, uma iniciativa da Coligação Lisboa com Sentido.
O candidato a presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, Manuel Falcão, participará ao lado do candidato à presidência da CML, Pedro Santana Lopes, na #BlogTuliaPSL, que terá transmissão online no Portal do candidato, no Sétima Colina,  e poderá ser seguida no Twitter.
Contamos com a vossa participação e sugestões!

Lista de Blogs participantes na #BlogTulia

Corta-Fitas Duarte Calvão
Portugal dos Pequeninos João Gonçalves
Psicolaranja Margarida Balseiro Lopes
CafédoAntónio Carlos Sousa
Loja de Ideias José Reis Santos
Confraria Laranja João Mota Lopes / Nuno Vitoriano
O Valor das Ideias Carlos Santos
Cidadania Lx Jorge Santos Silva / António Branco de Almeida
Jardim de Micróbios João Campos
Amor nos Tempos da Blogosfera João Gomes de Almeida
Clube dos Pensadores Joaquim Jorge
Olhar Direito Francisco Castelo Branco
Câmara de Comuns João Ribeiro / Vitor Palmilha
31 da Armada Vasco Campilho
Campo de Santana Diogo Agostinho

Anúncios

Martinho da Arcada – Quem é amigo?

“A notícia da minha morte foi um manifesto exagero”. Mark Twain

O Martinho da Arcada não é um café qualquer. Tal como A Brasileira do Chiado e o Café Nicola em Lisboa, o Café Majestic, o Velasquez e o Guarany, no Porto. Todos pertencem ao nosso património histórico e cultural.
O Café mais antigo do país tem uma profunda ligação histórica e cultural com a cidade de Lisboa, desde que abriu as portas, cerca de duas décadas após o Terramoto de 1755.
É parte integrante do Terreiro do Paço e por essa circunstância monumento nacional.
Tem mesas “reservadas” para Fernando Pessoa, José Saramago e Manoel de Oliveira.

Café Martinho da Arcada, Julho de 2008

Ruído? Sempre houve. A origem do problema presente está directamente ligada ao Projecto de requalificação do Terreiro do Paço, que – tal como está apresentado, transfere a esmagadora maioria do trânsito da Avenida Ribeira das Naus para a Rua da Alfândega e Rua do Arsenal – se se mantiver, além de duplicar o número de transportes públicos que já ali circulava anteriormente, tornará permanente o caos de trânsito que se vive hoje naquelas artérias. Quem vai ter vontade de ir ao Martinho?

Sempre que existem obras, a vida das pessoas é afectada mas, quando terminam, a vida volta ao normal.
Em 5 de Outubro de 2010, a Monarquia Republicana vai comemorar o Centenário e o Terreiro do Paço vai estar num brinco mas, no dia seguinte, o inferno voltará.
Talvez o Martinho da Arcada já não esteja aberto, nessa altura.

Café Martinho da Arcada, Julho de 2008

Se o senhor António não conseguir manter o negócio, fecha a porta e vai à vida dele. Lisboa fica sem o Martinho da Arcada e uma parte da sua história ficará por contar. É assim…
O proprietário, o Ministério das Finanças, segundo julgo saber, não terá dificuldade em encontrar utilidade para o espaço; Pode transformá-lo num Museu, ligando o Martinho ao piso de cima, ou numa galeria, ou até, em conjunto com a Câmara, torná-lo num espaço de cultura e lazer.
O Martinho da Arcada pode vir a ser um Museu mas, como diz o senhor António, gostava que fosse um Museu vivo e não um Museu morto.

Luis Machado, um amigo da casa que dinamizou as Conversas à Quinta Feira durante algum tempo no início da década de noventa e em 2005 promoveu As Noites do Martinho, vai fazer regressar as tertúlias em Setembro, num conjunto de sete sessões. É um contributo, entre outros possíveis, para que o Martinho da Arcada continue vivo.

Café Martinho da Arcada, Julho de 2008

Anúncios
%d bloggers like this: