Rodrigo Leão – Os Pássaros de Pangim

Fundação Museu do Oriente | Auditório | Concertos | 13, 14, 19, 20, 21, 26 e 27 de Março de 2010

A melhor música sempre evocou viagens: interiores, geográficas ou simplesmente emocionais, mas sempre com uma ideia de movimento associada, de transporte de sentimentos e imagens. É assim com Rodrigo Leão, cuja carreira pode ser entendida como uma viagem. E as viagens, claro, apresentam sempre desafios a quem as empreende, como nas odisseias clássicas. Rodrigo Leão prepara-se para enfrentar novo desafio, a convite do Museu do Oriente, onde o celebrado compositor português apresentará uma temporada especial de Os Pássaros de Pangim. Foram estes os pássaros que Rodrigo gravou em Goa e que, depois, inspiraram o título de um dos temas do álbum A Mãe, mais um marco vitorioso numa carreira que só tem conhecido sentido ascendente: liderou o top em Portugal e recolheu os mais efusivos elogios da crítica. Viagem A Goa é outro dos temas incluídos nesse álbum que também terá lugar especial neste espectáculo de evocação de outras cores, sabores e sons.

«As viagens sempre me inspiraram: os sons, as cores, a atmosfera dos diversos locais por onde fui passando sempre afectaram a minha música. E o Oriente tem esse fascínio acrescido, um mistério…», explica Rodrigo Leão. O espectáculo que o autor de A Mãe vai trazer ao auditório do Museu do Oriente tem vindo a ser preparado com cuidado especial – novo contexto, nova sala. Terá imagens, que o próprio Rodrigo Leão foi recolhendo em viagens que o levaram de Goa ao Alentejo. Para este espectáculo, o Cinema Ensemble será redimensionado, adaptado ao espaço e a uma vontade mais exploratória da música que numa primeira parte terá uma abordagem mais experimental, mais acústica, com sabores do Oriente e com alguns inéditos a surgirem em palco. Na segunda parte, Rodrigo percorrerá alguns dos temas mais conhecidos do seu repertório, numa roupagem mais íntima e despida, que lançará diferente luz sobre temas bem conhecidos do seu público.

Rodrigo Leão parte, uma vez mais, de viagem. Uma viagem ao Oriente desconhecido, mas também e, sobretudo, a um lado menos visível de uma obra que tem recolhido efusivos aplausos em todo o Mundo.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

In Gaza

and beyond

Ana Isa Figueira

Psicologia Educacional

Histórias de Portugal em Marrocos

sobre Património, História e outras histórias

Carlos Martins

Portuguese Jazz Musician, Saxophone Player and Composer

O Cantinho Sporting

Onde a opinião é verde e branca!

TABOO of ART

'Also known as loveartnotpeople.uk, taboofart.com might just be the unintentional cure for the art world malaise: Spend twenty minutes trawling through the archives and you’ll be begging for the arcane pomposity of an Artforum Critic’s Pick' said BLACKBOOK Magazine

Michelangelo Buonarroti è tornato

Non ce la fo' più a star zitto

Lino Guerreiro

Compositor/Composer

TheCoevas official blog

Strumentisti di Parole/Musicians of words

David Etxeberria

Visual artist

Mary had a little blog

This is the bee's knees

Luz da imagem

A luz, essência da imagem e da fotografia. Analógica/digital; imagem real; imagem artística; Ensaios fotográficos.

The Libertine

A public blog that features a compilation of exceptional artists' works; serendipitously discovered by a secret admirer. The ongoing overtones of the production frequently include evocative imagery, passionate emotions, pure beauty and raw exprience (to name a few themes). Our content is composed of artistic expressions, fashion editorials, promising talents, diverse bodies, freedom for all, love forever and the eternal search for truth in the visceral .......................................................................................................................................................................................... (SUBMISSIONS TO satietypaper@gmail.com)

Instituto de História da Arte

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa

Franz E.

a tua palavra conta...

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

ABA SYSTEMS

Advanced Business Advisor

Speakers' Corner

"I could be bounded in a nutshell, and count myself a king of infinite space" - William Shakespeare, in Hamlet

%d bloggers like this: