Arquivo de 26 de Abril, 2006

Lisboa de luto

Armando Luís Coelho da Silva (1942-2006)

Barbaramente agredido no passado dia 20 por um funcionário de origem senegalesa, o Presidente da Junta de Freguesia da Pena não resistiu a duas intervenções cirúrgicas e faleceu ontem.

Uma outra funcionária está ainda em coma profundo.

O Presidente da Câmara de Lisboa decretou dois dias de luto municipal.

A única medida aceitável será o Consulado do Senegal colocar o homem num avião e enviá-lo de volta para o país de origem, onde deve cumprir pena.
Está fora de questão que sejam os contribuintes portugueses a dar cama, mesa e roupa lavada a este sujeito nos próximos quinhentos anos.

Toda a verdade? Não, só o bocadinho que não dá jeito…

Ao excelente post do Rui Albuquerque, acrescentaria uma ideia simples sobre a relatividade do valor simbólico do 25 de Abril de 1974:

A verdade é que o Estado Novo estava velho e a sua implosão ocorreria num curto espaço de tempo.

Portugal teria assim sido poupado aos excessos de juventude da democracia que tivemos, pelo menos até 1986.

Excessos que continuamos a pagar. Com juros!

%d bloggers like this: