O Milagre de Santo António, de Francisco José de Goya

A liberdade de criação concedida pelo Rei Carlos IV a Goya ( 1746-1828), permitiu-lhe executar, de forma pouco convencional, a cúpula da Capela de Santo António, em Madrid.

Destituída de seres celestiais, está povoada com rostos de expressão humana, que assistem ao milagre do santo.

Ao contrário dos anjos, que não caem do céu, na cúpula – enfaticamente terrena – os homens precisam da grade para se segurarem.

Na presença da turba lisboeta, Santo António devolve a vida ao homem assassinado, para que assim o seu pai seja declarado inocente.

detalhe

Posted by Picasa clique nas imagens para ampliar
    • agridoce
    • 13 de Junho, 2006

    Essa tua ideia da ‘expressão humana dos rostos’ deixou-me pensativa… Talvez volte, a explicar porquê.
    Boa maneira de assinalar a efeméride do santo teu homónimo 🙂

    • aba
    • 13 de Junho, 2006

    Essa tua ideia da ‘expressão humana dos rostos’

    talvez pelo antropomorfismo…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: